28.06
2017

Guia completo sobre como andar de trem na Escócia

Nessa minha ultima viagem a Escócia, sempre quando possível, uma das coisas que mais fiz foi andar de trem. Adoro!

Scotrail 3

Quando mostrei algumas imagens no Instagram Stories (segue lá: @brunabartolamei, ainda vou postar muita coisa sobre essa ultima viagem à Escócia) durante a viagem, recebi algumas mensagens e perguntas, então, resolvi começar com esse assunto as publicações aqui no blog. 

→ ScotRail

A única empresa de trem da Escócia é a ScotRail, que é operada e administrada desde 2015 pela empresa holandesa Abellio. Além de operar os trens normais apenas entre cidades escocesas, essa empresa também opera os trens noturnos chamados Caledonian Slepper, entre Escócia e Inglaterra.

Scotrail 6

Scotrail 5

→ Estações de trem

A Escócia tem mais de 350 estações de trem espalhadas por boa parte do país. Nos arredores de Edimburgo e Glasgow é onde os trilhos são abundantes. A costa leste também é muito bem servida. Já a costa oeste nem tanto. Os outros três grupos de ilhas que fazem parte da Escócia (Hebrides – onde fica a Ilha de Skye, Orkney e Shetland) não tem trem.

Scotrail 16

→ Estações de trem em Edimburgo

Edimburgo tem 4 estações de trem: Waverley, Haymarket, Park e Gateway (essa é a estação de trem mais nova da cidade, foi inaugurada em dezembro de 2016). Turisticamente falando, apenas a Waverley e a Haymarket tem importância.

Scotrail 1

A principal estação de trem da cidade é a Waverley, ela fica bem no centro da cidade, na mesma quadra onde está o Hotel Balmoral, de frente para o Princes Street Gardens (na altura onde está o Scott Monument). Se você estiver chegando/saindo em/de Edimburgo vindo da Inglaterra, País de Gales ou das principais cidades escocesas, certeza que você vai chegar ou partir daqui.

Scotrail 42

Scotrail 20

Scotrail 27

A Haymarket é a estação de trem secundária que também serve Edimburgo. Ela é bem menorzinha. Na verdade, quando eu ainda morava em Edimburgo, ela era minúscula. Nesses ultimos anos ela passou por um processo de revitalização e expansão, portanto, ela ficou maiorzinha, mas ainda assim menor que a Waverley, obviamente. Essa estação é mais usada pra quem anda pelas cidadezinhas nos arredores de Edimburgo, tanto no lado de cá do Firth of Forth (região Lothian), quando no lado de lá (região de Fife) e em direção a Glasgow também.

Scotrail 18

Scotrail 19

A estação de trem Park fica no meio do caminho entre o centro da cidade e o aeroporto. Ela serve uma região mais “industrial” de Edimburgo, cheia de fabricas, lojas e grandes mercados.

E a ultima estação inaugurada na cidade é a Gateway, que foi construída com o propósito de evitar que pessoas vindas de outras partes da Escócia indo em direção ao aeroporto precisem ir até o centro da cidade. Eu não cheguei a descer pra conhecer essa estação, mas passei por lá algumas vezes e achei a estrutura ótima.

→ Estações de trem em Glasgow

Glasgow tem 5 estações de trem: Glasgow Central, Glasgow Queen Street, Charing Cross, High Street e Queen’s Park. Turisticamente falando, apenas a Glasgow Central e a Glasgow Queen Street tem importância.

Glasgow Central é a maior estação de trem de Glasgow. Ela é tipo a estação de trem de Waverley, em Edimburgo. É onde chegam/partem trens para Inglaterra e maiores cidades escocesas.

Glasgow Queen Street é a terceira estação de trem mais movimentada da Escócia. Ela é pequena e na minha humilde opinião, tá precisando urgente de uma ampliação. Ela é usada apenas para destinos dentro da Escócia e também, tem uma ala subterranea que serve a região metropolitana de Glasgow.

Scotrail 23

Scotrail 24

→ Estações de trem em Aberdeen

Aberdeen tem apenas 1 estação de trem: a Aberdeen. Além disso, pertinho tem a estação de Dyce, na região metropolitana de Aberdeen, que serve a parte mais industrial (empresas de petróleo) dessa área da Escócia.

Scotrail 4

→ Estações de trem em Inverness

Inverness tem apenas 1 estação de trem: a Inverness. Ela é considerada a principal estação de trem das Highlands. E bem pertinho da estão de trem fica a rodoviária, que oferece várias rotas para cidades nos arredores.

→ Comprando a passagem

As passagens para viajar nos trens da Escócia podem ser compradas no site oficial da ScotRail, nas máquinas disponíveis na estação (repare no topo de cada maquina quais formas de pagamento são aceitas: dinheiro, cartão de credito ou ambos), nos guiches de atendimento e também, dentro do próprio trem.

Scotrail 44

Obviamente que o preço dos ticket comprados com antecedência pelo site são mais baratos do que se comprar nas máquinas ou guiches no dia da viagem e consequentemente mais baratos do que se deixar pra comprar dentro do próprio trem. Não sei qual é a diferença de preço, mas também acredito que não deve ser nada muito exagerado, afinal, vi varias pessoas comprando ticket dentro do proprio trem.

→ Tipos de passagens

É possível comprar Single ticket (um trajeto) ou Return Ticket (ida e volta). Independente de qual tipo for (single ou return), você deve levar em consideração que os tickets podem ser Peak ou Off Peak, o que significa que se você viajar fora dos horários de pico (off peak) o preço é mais barato do que se você viajar no horário de pico (peak). Considere os horários de pico logo de manha bem cedo e no final da tarde, antes e depois do expediente de trabalho.

Também existe a possibilidade de comprar um ticket chamado Anytime (meu preferido), principalmente para bate-voltas, onde você pode viajar a hora que quiser pagando um pouquinho a mais para ter essa flexibilidade (veja as regras clicando aqui).

Scotrail 35

Além disso, existem passagens do tipo Kids Go Free (veja as regras clicando aqui), Group Travel (veja as regras clicando aqui) e Small Groups (veja as regras clicando aqui).

Se for morar na Escócia, você pode ter o cartão chamado Ridacard, feito para quem usa esse meio de transporte com bastante frequencia ou diariamente. E claro, são oferecidas algumas vantagens. Veja as condições clicando aqui.

→ As classes

Os trens da ScotRail tem apenas 2 classes: Primeira Classe (First Class) e  Segunda Classe (Standard Class). Vale dizer que não são todos os trajetos que os trens tem Primeira Classe, ok? Geralmente são sempre nos trechos de maior distância apenas, por exemplo, entre Edimburgo e Inverness.

Pra saber se o vagão é Primeira Classe ou Segunda Classe tem duas formas:

1) Sempre tem o numero 1 ou 2 na porta de cada vagão (como na foto abaixo, o numero 1 esta na cor amarela).

2) Na Primeira Classe tem uma luminária bonitinha em cada mesa. Na Segunda Classe não tem.

Scotrail 12

→ Internet wifi

Sim, as estações de trem na Escócia oferecem wifi gratuito. Atualmente internet está disponível em 52 estação de trem e em 18 rotas. Se quiser saber mais detalhes, é só clicar aqui -> ScotRail Wifi.

Nessa ultima viagem eu testei algumas vezes esse serviço tanto nas estação de trem como no trem. Minha experiência: Nas estações de trem a conexão sempre foi boa, já nos trens, tentei algumas vezes (pelo menos umas 5 vezes), só consegui usar o whatsapp, redes sociais e emails sem sucesso.

Scotrail 8

Scotrail 38

→ Serviço de bordo

Independente se você estiver viajando na Primeira Classe ou na Segunda Classe, sempre vai haver o serviço de bordo passando pelos corredores de cada vagão do trem. São oferecidos bebidas e snacks apenas, todos produtos escoceses (tá ai uma boa oportunidade pra provar algumas coisas produzidas no país).

Obviamente que quem estiver viajando na Primeira Classe em trechos mais longos, já está incluído no valor do ticket uma bebida e um snack. Fora essa situação em especifico, você deverá comprar seu lanche e/ou bebida.

Para saber mais detalhes sobre o serviço de bordo, o que é servido (tem o menu e os preços no site), clique aqui -> ScotRail On-train Catering.

Scotrail 40

→ Reservas de assentos

As reservas de assentos não estão disponíveis em todos os trechos, apenas nas rotas mais longas, tipo Edimburgo – Inverness, Glasgow – Aberdeeen, Inverness – Wick, entre outros.

Se você for pegar um trem nessas rotas de longa distância ou for fazer um pequeno trecho que faça parte dessas rotas de longa distância, observe que nos primeiros vagões vão existir um papelzinho branco no encosto de cada assento. Esse papelzinho indica que aquele banco está reservado. Portanto, já vá olhando pela janela, ainda do lado de fora do trem, se esses papelzinhos estão ali. Se sim, continue caminhando em direção aos vagões mais no final da plataforma, lá estão os vagões onde os bancos não estão reservados.

Scotrail 26

Scotrail 22

→ Os trens

Os trens da ScotRail na maior parte dos trajetos que peguei eram novos e estavam em bom estado de conservação. Os trens com a logo da ScotRail em Rosa são os mais antigos e os trens com os detalhes em branco e azul são os mais novos.

Scotrail 33

Trem mais novo

Scotrail 36

Trem mais antigo

A rota entre Edimburgo e as cidades aos sul, por exemplo, quando fui a North Berwick, tem os trens mais novos. Na verdade, esses trens tem uma configuração um pouco diferente, eles lembram muito vagões de metro.

Scotrail 31

Os trens as maiores cidades escocesas costumam ser os mais novos, no trecho entre Glasgow e Edimburgo. Já os trens mais antigos são usados em trechos mais regiões e região metropolitana, peguei esses trens quando me desloquei entre Stonehaven e Aberdeen.

Scotrail 32

→ Bagagem

Todos os vagões dos trens da ScotRail tem lugar pra colocar a mala. Alguns apenas logo acima do seu assento (para mochilas ou malas menores), outros vagões tem um espaço especifico destinado para malas localizados nas extremidades de cada vagão.

Scotrail 9

Vale dizer que esse espaço especifico para as malas são pequenos, portanto, só coloque ali malas realmente muito grandes.

Scotrail 11

Se estiver viajando com malas grandes, chegue pelo menos uns 15 minutos antes do trem partir na plataforma e seja super rápido pra entrar no trem, assim são maiores as chances de conseguir um lugar pra colocar a mala.

Scotrail 17

→ Rotas cênicas

A Escócia tem apenas uma rota considerada cênica, localizada na costa oeste do país, onde o trem Jacobite Steam Train passa pelo viaduto de Glenfinnan. Essa rota ficou super popular depois de aparecer nos filmes do Harry Potter. Eu já fiz esse percurso e conto tudo nesse post aqui: Trem Hogwarts Express, ele existe e fica na Escócia.

Além disso, existe a opção de pegar o trem Royal Scotsman, faz parte do grupo Belmond, é considerado um dos trens mais luxuosos e exclusivos da Escócia, exclusivo para quem quer ter atendimento diferenciado e quiser apreciar paisagens.

Scotrail 10

→ Distâncias

As principais distâncias entre cidades escocesas são (tempo aproximado dependendo do horário escolhido e para trens diretos):

Scotrail 39

Estação de trem de Stonehaven – o acesso ao outro lado do trilho é feito de forma subterrânea com escadas. Naquela guaritinha tem uma máquina pra comprar ticket caso o guiche de atendimento ja esteja fechado

De Edimburgo a Glasgow são 50 minutos.

De Edimburgo a Pitlochry são 1 hora e 45 minutos.

De Edimburgo a Inverness são 3 horas e 20 minutos.

De Edimburgo a Aberdeen são 2 horas e 20 minutos.

De Edimburgo a Stirling são 52 minutos.

Scotrail 14

De Glasgow a Inverness são 3 horas e 15 minutos.

De Glasgow a Fort William são 3 horas e 45 minutos.

Scotrail 25

De Inverness a Wick são 4 horas e 15 minutos.

De Inverness a Kyle of Lochalsh são 2 horas e 35 minutos.

De Inverness a Aberdeen são 2 horas e 15 minutos.

Scotrail 21

De Aberdeen a Stonehaven são 20 minutos.

De Aberdeen a Perth são 1 hora 33 minutos.

De Aberdeen a Dundee são 1 hora e 15 minutos.

Scotrail 7

→ Apps para celular

Os melhores apps, os que considero indispensáveis pra ter no celular, são: National Rail e o da própria ScotRail.

→ Outras considerações

Morei em Edimburgo em 2010 e 2011 e em 2014 estive lá pela ultima vez. Fazendo uma analise dos trens, pude notar algumas diferenças, como:

– Agora é possivel comprar o ticket dentro do próprio trem, mas o valor será diferente se você comprar antes (pelo site, nas máquinas ou nos guiches de atendimento).

– Na hora que for andar pelas estações maiores, tipo em Edimburgo, Glasgow e Aberdeen, observe as placas e sempre ande no trajeto indicado. Veja a foto abaixo os tiozinhos andando no lado errado. Nesse momento não era horário de pico, mas se fosse inicio da manha ou final da tarde, certamente eles seriam atropelados.

Scotrail 43

– Percebi que agora no painel nas plataformas indicam quantos vagões o trem vai ter e ao longo da plataforma estão a numeração dos vagões (car 1, car 2, car 3). Então, por exemplo, quando peguei o trem entre Edimburgo e Dunfermline, o trem tinha apenas 3 vagões e o primeiro vagão parou exatamente onde estava a placa sinalizando “car 1” e assim por diante. Achei isso ótimo (estilo os trens da Suíça!)!

– Algumas estação de trem estão cobrando 0,20 centavos de libra para usar o banheiro, mas não são todas. Em algumas estações menores precisa retirar as chaves no guiche de atendimento pra poder usar o banheiro.

– A maioria (98%) dos trens da ScotRail tem tomada tanto na primeira como na segunda classe para carregar somente computador ou celular.

Scotrail 37

– Guarde o seu ticket até sair da estação de trem do seu destino final, muitas estações de trem da Escócia estão com catracas. Então, para acessar as plataformas é preciso liberar a catraca com o ticket, o cobrador passa conferindo dentro do trem e para deixar a estação final, é preciso inserir o ticket na catraca novamente. Obs.: Caso você queira ter uma recordação desses tickets bata foto logo que comprar, pois a catraca do destino final retem o ticket, ok? haha :D Ah, outra coisa tbm, na estação de Waverley, não tem catraca, mas tem barreira com funcionários recolhendo os tickets.

– E por fim, porem não menos importante, você pode comprar os tickets com antecedência (buy in advance) para conseguir até 70% de desconto no valor da passagem 3 meses antes da data da viagem. Ah, lembre-se que, se tiver o trecho de volta, você deve levar em consideração 3 meses da data de volta também, né? :D

Scotrail 2

** Solicite um roteiro personalizado para a Escócia aqui.

** Reserve seu hotel na Escócia aqui.

** Reserve seu Seguro Viagem com a Seguros Promo aqui.

** Alugue seu carro no Brasil ou no exterior aqui e/ou aqui.

Se você gostou das dicas, ao reservar hospedagem, seguro viagem e aluguel de carro aqui pelo blog, nós ganhamos uma pequena comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Obrigada! :D

Posts relacionados:

Todos os posts sobre a Escócia

Todos os posts sobre Edimburgo

Todos os posts sobre Glasgow

Todos os posts sobre as Highlands

Todos os posts sobre Inverness

Todos os posts sobre a Ilha de Skye

Siga o Blog Contando as Horas nas redes sociais:

no Instagram: @brunabartolamei

e curta nossa fanpage no Facebook: facebook.com/ContandoAsHoras

Bruna Bartolamei
Siga-me

Bruna Bartolamei

Catarinense, mas já morou em Curitiba (8 anos) e em Edimburgo, a capital da Escócia (quase 2 anos). Criou o blog pra contar um pouco mais sobre como foi o seu intercâmbio na terra dos Kilts e das Gaitas de Fole, e também, sobre suas viagens pelo mundo.
Bruna Bartolamei
Siga-me
Postado em Aberdeen, Dunbar, Dunblane, Dunfermline, Edimburgo, Escócia, Fort William, Glasgow, Glenfinnan, Highlands, Inverness, John O'Groats, Kyle of Lochalsh, Linlithgow, Loch Lomond, Mallaig, North Berwick, North Queensferry, Oban, Perth, Pitlochry, Stirling, Stonehaven, Transporte público
Booking.com
  1. Ellen 29/06/2017 | 10:46

    Oi Bruna, bom dia! Eu estou com bastante dúvidas sobre os trajetos da Escocia x Lakedistrict, pelo google maps, vi que é preciso mudar de trem, como funciona isso, seria a famosa baldiação? Ou preciso comprar um novo ticket chagando nesses trechos?

    Obrigada!!

    • Contando as Horas 29/06/2017 | 22:30

      Oi, Ellen

      Isso mesmo, vc compra uma vez só todos os trechos juntos. Mas da uma boa olhada nas opções de cidades de conexão (se existirem opções) e no tempo. Geralmente recomendo pelo menos uns 20 minutos de conexão. Tem estações que são pequenas, outras maiores.

Deixe o seu comentário...