04.10
2017

Uruguai: Um dia nas vinícolas perto de Montevidéu

Quem estiver com viagem marcada para o Uruguai deve separar um dia pra conhecer as vinícolas, que por lá são chamadas de bodegas, perto de Montevidéu.

O Uruguai sempre foi conhecido por ser a terra da uva Tannat, mas se você achar esse vinho forte, existem muitos outros ótimos tipos produzidos no país também, como por exemplo viognier, shiraz, pinot noir, chardonnay, entre outros.

bodega bouza (11)

O Uruguai basicamente se divide em 4 regiões de produção de vinho: Canelones (que é a que fica mais proxima de Montevidéu), San José, Colônia (onde fica Carmelo) e Maldonado. 

A região onde estão concentradas boa parte das vinicolas proximas ao Uruguai fica na divisa dos departamentos de Montevideu e Canelones, principalmente em Canelones. O jeito mais fácil de ir até lá é seguindo pela ruta 5.

bodega bouza (10)

O Uruguai conta com cerca de 200 vinicolas, a maioria de origem familiar e com produção artesanal. Mas com o aumento do interesse pelo enoturismo no país, recentemente foi criado um projeto chamado de “Los Caminos del Vino” composto pelas 21 principais vinícolas uruguaias, entre elas a Bodega Bouza e a Bodega Juanicó, as duas vinicolas que eu escolhi conhecer nessa viagem.

→ Bodega Bouza

A Bodega Bouza, inaugurada em 2003, fica a 15 km de Montevidéu, é a vinicola mais proxima da capital do Uruguai e por esse motivo, acaba sendo uma das mais visitadas.

bodega bouza (14)

bodega bouza (6)

bodega bouza (13)

bodega bouza (7)

Eu escolhi visitar essa vinicola logo no primeiro horário, as 10:30 e no geral, gostei bastante. A visita começa com uma caminhada pelos vinhedos (nesse dia a caminhada foi super rapida, tava chovendo), depois segue para a cava onde os vinhos são produzidos (ali é onde a guia explica como é o processo de seleção e fermentação das uvas, como é feito o armazenamento nos tanques e o estoque em barris de carvalho), segue para um galpão onde tem uma coleção de carros antigos (coleção é composta de carros e motocicletas que datam da década de 20 e 30) e termina no restaurante, onde pode ser feito a degustação e onde é servido o almoço. Junto ao restaurante fica uma lojinha (se quiser comprar os melhores vinhos produzidos, procure pelos parcelas unicas, eles são feitos com as melhores uvas).

bodega bouza (12)

bodega bouza (8)

bodega bouza (1)

bodega bouza (2)

bodega bouza (3)

bodega bouza (5)

bodega bouza (4)

Na degustação são servidos 4 tipos de vinhos, 3 tintos e 1 branco. Pra acompanhar vem pães quentinhos e uma tabua de frios. Cada vinho servido, é combinado com algum tipo de frio (queijos ou embutidos). A explicação é meio mecanica, parece coisa decorada pelos garçons, mas ajuda a contestualizar a situação. Eu apenas fiz a degustação, não fiquei pra almoçar lá (o almoço é servido a la carte).

bodega bouza (16)

Essa vinicola é considerada uma bodega boutique, pq sua produção é pequena, mas com qualidade alto padrão. Eles trabalham com apenas 5 tipos de uvas: tannat, merlot, tempranillo e chardonnay e albariño. A produção dos vinhos é totalmente feita com uvas cultivadas por eles proprios.

bodega bouza (17)

bodega bouza (19)

Visita: De segunda a sábado, veja os horarios no site oficial. Precisa agendar a visita, degustação, almoço e transfer. Domingo a vinicola está fechada!

bodega bouza (18)

Transfer: Quem for visitar a vinicola e não quiser alugar um carro, a Bouza oferece um transfer com custo de 200,00 pesos uruguaios cada cada trecho. Eles passam buscar no hotel. É super organizado! Eu peguei o transfer apenas pra ir e gostei do serviço. O motorista era super gente boa, durante o trajeto ele fez um trabalho de guia super legal, contou um pouco da história de Montevidéu e foi mostrando tudo o que estavamos vendo pelo caminho. Recomendo!

bodega bouza (9)

bodega bouza (15)

→ Bodega Juanicó

A Bodega Juanicó, considerada uma das maiores e mais antigas e tradicionais do Uruguai (atualmente pertence a familia Deicas), existe desde 1830 e está localizada a 38 km de Montevidéu.

bodega juanico (1)

bodega juanico (2)

Depois de visitar e fazer a degustação na Bodega Bouza, eu segui com um transfer particular até a Bodega Juanicó. Como eu optei por almoçar lá e reservei o ultimo horário disponivel, as 13:30, meu tour foi todo ao contrario. A sequencia ficou assim: almoço, degustação, caminhada pelos vinhedos, visita ao local de produção e por fim, visita a cava subterranea.

bodega juanico (3)

bodega juanico (10)

Logo que cheguei, fui encaminhada pra o restaurante. O almoço é servido a la carte e tem duas opções: Menu com 3 etapas (60,00 dólares) ou Menu com 2 etapas (50,00 dolares). Eu escolhi o menu com 2 etapas (prato principal e sobremesa). Além disso, logo na chegada, é servido uma tábua com frios e pães (por esse motivo eu preferi pular a entrada, pq como estava sozinha e a tábua de frios com pães foi servido pra todo mundo, achei que seria muita comida).

bodega juanico (9)

bodega juanico (12)

bodega juanico (11)

Mas antes de começar o almoço propriamente dito, nos somos levados até a Adega historica da Juanicó e podemos escolher uma garrafa de vinho. Essa garrafa vai fazer parte da degustação junto com as outras 4 opções que foram servidas (2 tintos, 1 branco e o licor de Tannat). Como todo mundo no meu grupo escolheu vinho Tannat, eu optei por escolher um vinho Shiraz, que é super levinho (geralmente é um tipo que todas as mulheres gostam).

bodega juanico (13)

bodega juanico (14)

Voltamos para o restaurante e logo o vinho escolhido foi servido em cada mesa pra acompanhar a tabua de frios e os pães (não deixe de provar o salame, muito bom, queria trazer pra casa!). Na sequencia os pratos começaram a ser servidos. Eu escolhi ossobuco com massa, que estava ótimo e veio na medida. E na sequencia a sobremesa, pedi um trio variado com dulce de leche, claro. Cada etapa do almoço é servido um vinho e no final, depois da sobremesa foi servido um licor de Tannat (É mais suave que o vinho de Tannat e se tornou um dos meus preferidos. Gostei tanto que comprei uma garrafa pra trazer pra casa).

bodega juanico (16)

bodega juanico (15)

Tem uma lojinha localizada junto ao restaurante. Se quiser comprar o melhor vinho da casa, escolha o Dom Pascual.

bodega juanico (5)

bodega juanico (6)

Visitas: Todos os dias, mas tem poucas opções de horários (de segunda a sabado apenas 2 horarios e aos domingos 3 opções de horários), veja no site oficial os horários. Precisa agendar por email o almoço, a visita e a degustação. Existem 4 tipos de opções de tours, 2 com almoço e 2 com degustação. O atendimento por email é super agilizado e simpático. O atendimento na vinicola é espetacular. Preciso também elogiar o atendimento no restaurante, nem uma vez precisei chamar a garçonete pra pedir qualquer coisa que fosse, ela esta sempre SUPER atenta. Recomendo muito um almoço (e a visita e degustação) por lá!

bodega juanico (7)

bodega juanico (8)

Transfer: Não tem transfer incluido. Quem não estiver de carro precisa contratar um transfer particular. O valor de ida e volta é de 80,00 dólares.

bodega juanico (17)

→ Outras informações

– O clima é um fator favorável na produção de vinhos no Uruguai, o país se localiza entre os paralelos 30 e 35 graus do hemisfério sul, mesma localização geográfica de outros grandes produtores de vinhos como Argentina, África do Sul, Australia e Chile.

– A melhor forma de conhecer as vínicolas perto de Montevideu é alugando um carro ou contratando um transfer. Eu preferi a segunda opção.

– Quem resolver alugar um carro deve ficar atento a tolerância zero que existe nas estradas no país com relação a alcool e direção. É necessário ter um motorista da vez.

– Essa viagem eu fiz em agosto, durante o inverno, por esse motivo as vinhas estavam depenadas, mas quem quiser ver florescendo, deve ir a partir do mês de outubro. A vindima acontece entre fevereiro e março.

– Diz que o Uruguai exporta apenas 10% de sua produção, todo o restante da produção é consumido lá mesmo. Incrivel, né?!

bodega juanico (4)

** Solicite seu roteiro personalizado para o Uruguai aqui.

** Reserve seu hotel no Uruguai aqui.

** Reserve seu Seguro Viagem com a Seguros Promo aqui.

** Alugue seu carro no Brasil ou no exterior aqui e/ou aqui.

Se você gostou das dicas, ao reservar hospedagem, seguro viagem e aluguel de carro aqui pelo blog, nós ganhamos uma pequena comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Obrigada! :D

Posts relacionados:

Todos os posts sobre Montevidéu

Todos os posts sobre Punta del Este

Todos os posts sobre Carmelo

Todos os posts sobre Colônia do Sacramento

Siga o Blog Contando as Horas nas redes sociais:

no Instagram: @brunabartolamei

e curta nossa fanpage no Facebook: facebook.com/ContandoAsHoras

Bruna Bartolamei
Siga-me

Bruna Bartolamei

Catarinense, mas já morou em Curitiba (8 anos) e em Edimburgo, a capital da Escócia (quase 2 anos). Criou o blog pra contar um pouco mais sobre como foi o seu intercâmbio na terra dos Kilts e das Gaitas de Fole, e também, sobre suas viagens pelo mundo.
Bruna Bartolamei
Siga-me
Postado em Montevideu, Uruguai - , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
Compartilhe
Deixe um Comentário
27 comentários em "Uruguai: Um dia nas vinícolas perto de Montevidéu"
  1. Samuel   04/12/17 • 14h10

    Qual o valor que você pagou no tour? vi no site deles e se estiver certo o mais barato é 100 dolares, procede?

  2. Telma Iapichini   14/01/18 • 11h14

    Olá Bruna.
    Gostaria de saber como você conseguiu o transfer da bodega Bouza até a Juanicó

    • Contando as Horas   14/01/18 • 23h04

      Oi, Telma

      Pesquisando na internet. Caso queira o contato, posso procurar e te envio por email. Eu fiz o trajeto Bouza – Juanico, o transfer me esperou lá e depois me trouxe até o hotel em Montevideu.

      Esse senhor do transfer era bem legal, bem falante e foi me mostrando tudo pelo caminho. Gostei do serviço dele.

      Obrigada pela visita aqui no blog!

  3. Susieli Queiroz   05/02/18 • 16h30

    Olá, Bruna, me passa o contato do rapaz do transfer, estou indo à Montevideo agora em março, e terei um tempo livre e quero conhecer a vinícola Juanico. Fico no aguardo e desde já te agradeço.

  4. Luciana   21/03/18 • 09h45

    Olá! Eu também gostaria do contato do transfer. Por favor!

  5. Rosana   04/04/18 • 14h07

    Olá Bruna, obrigada pelas dicas. Pode me passar o contato do transfer que te levou à vinicola?
    Obrigada..

  6. Tatiana Henriques da Rocha   09/04/18 • 22h57

    Boa noite Bruna,

    vc teria alguma dica legal quanto as visitas a vinicolas em Montevideu, seria interessante fazer o tour + degustacao sem o almoco? ou vc acha que compensa almocar? Achei os valores de almoco um tanto quanto caros. Vc teria o contato para me passar do senhor que vc fez o transfer? qual foi o valor?

    obrigada

    • Contando as Horas   11/04/18 • 08h52

      Oi, Tatiana

      Os valores nao sao muito baratos mesmo, mas eu escolhi almoçar na Juanico e achei que valeu muito a pena, eu gostei de ter almoçado lá, tanto pela comida quanto pelo atendimento.

      Eu te mando por email o contato do guia sim.

      Obrigada pela visita aqui no blog!!

  7. Juliana   20/04/18 • 19h11

    Precisando muito de indicacao do transfer!!!

  8. DENISE LOPES   24/04/18 • 14h45

    Ola Bruna ! Adorei suas dicas !
    Gostei tanto que resolvi fazer o mesmo…visitar as duas vinicolas…
    Só estou tendo problemas com o transfer !
    Vc pode me passar o contato do que vc utilizou por email ?
    Desde ja agradeço bastante !

    • Contando as Horas   28/04/18 • 17h04

      Oi, Denise

      É complicado mesmo, principalmente pra quem nao quer alugar carro e fazer as degustações.

      Eu te mando o contato sim, te envio por email.

      Obrigada pela visita aqui no blog!

  9. Caroline   07/05/18 • 14h27

    Olá Bruna,

    Por favor, consegue me passar o contato do transfer também,
    Achei bem interessante a ideia de fazer as duas no mesmo dia.

    Obrigada pelas dicas ;)
    Tenha uma ótima semana.

    • Contando as Horas   08/05/18 • 17h48

      Oi, Caroline

      Envio sim. Te envio logo mais por email.
      Obrigada pela visita aqui no blog!

  10. Juliana   10/05/18 • 22h48

    Bruna! To no aguardo do contato do transfer rs

    • Contando as Horas   11/05/18 • 18h22

      Oi, Juliana

      Deixa eu verificar no meu email!!!

      Te mandei o email no sábado, por volta do meio dia. Não recebeu? Vou reenviar agora então!

  11. André Montes Luz   21/05/18 • 16h18

    Bruna,
    Muito obrigado pelas dicas. Serão muito bem usadas!
    A respeito do transfer se puder me passar agradeço!
    Obrigado!!

    • Contando as Horas   27/05/18 • 22h58

      Oi, André

      Sim, claro. Te envio amanhã por email.

      Obrigada pela visita aqui no blog!!

      • André Montes Luz   28/05/18 • 21h04

        Muito obrigado,
        Aguarda
        André

  12. Michelle Ferreira   22/05/18 • 20h12

    Olá Bruna,Td bem? Vou anotar suas dicas.
    Estamos com uma dúvida ,nossa viagem começa por B.A no começo de Julho , depois seguiremos para colonia sacramento a ideia era ir direto para montevidéu , mas ouvimos falar de Carmelo, Puerto Camacho e Narbona. Pelo que vc conheceu o ideal seria ir direto de colonia para carmelo , puerto e narbona ou ir direto para Montevidéu e reservar um dia para conhecer esses 3 lugares ?
    Estou pensando nos deslocamentos e aproveitamento dos nossos dias , pois depois ainda vamos para Punta.
    Vc pode me passar o contato do transfer que comentou por favor?
    Obrigada

    • Contando as Horas   27/05/18 • 22h49

      Oi, Michelle

      Eu estive em Carmelo e fui a Narbona também, mas ainda não escrevo sobre essa parte da viagem (é a unica parte que esta faltando dessa viagem aqui no blog, espero publicar em breve). Na minha opinião, eu achei
      que valeu a parada sim, principalmente se vcs gostarem de vinhos, boa comida, paisagens bonitase tranquilidade.

      Eu acredito que conhecer esses 3 lugares em um
      bate volta a partir de Montevideu sera muito cansativo.

      Te envio o contato do transfer amanhã por e-mail.

      Obrigada pela visita aqui no blog!!

  13. Lana Ramôa   17/06/18 • 19h09

    Olá,
    Gostei das dicas, muito úteis! Parabéns pelo artigo.
    Gostaria do contato do seu transfer. Prefiro usar um serviço indicado.
    Obrigada!

Blog Membro RBBV
Contando as Horas
Nesse mesmo dia, mas em 2010, eu desembarcava em Edimburgo, na Escócia para iniciar meu intercâmbio. 🏴󠁧󠁢󠁳󠁣󠁴󠁿💙
.
Além de aprender inglês em um país sensacional, foi muito bom aproveitar aquele momento para descobrir um “mundo muito maior” que Chapecó/Curitiba.
.
Mesmo faltando conhecer alguns outros continentes aindaaa, todas as culturas e paises que conheci e tudo que aprendi com meus colegas de todas as partes do mundo, com toda a certeza, tornaram essa experiência muito mais interessante.
.
Melhor experiência de vida!
.
🌎 Banchory, Escócia 🏴󠁧󠁢󠁳󠁣󠁴󠁿
.
#escocia #scotland #castletrail #visitabdn #visitaberdeenshire #uk #intercambio #intercambionaescocia #intercambiofotos #visitscotland #ciintercambio #eurotrip #uktrip #essemundoenosso #travelgirl #viajantesolo #solotrip #agenciadeviagem #scotlandisnow #englishtips #missaovt #revistaviajar #saudade #helloescocia #cahnaescocia
Um outro jeito de viajar pela Europa: fazendo um cruzeiro fluvial.
.
Quem quiser saber mais detalhes, estou falando mais sobre isso no stories.
.
Se quiser saber os roteiros, datas e valores, meu email para contato esta no perfil!
.
🌏Em algum lugar no rio Danubio, Leste Europeu
.
#lesteeuropeu #europa #cruzeirofluvial #rivercruise #riodanubio #danuberiver #uniworld #exploreuniworld #essemundoenosso #viajoteca #revistaadv #meusroteirosdeviagem #travelgirl #amoviajar #missaovt #eurotrip #europa #followyourdream #picoftheday #hotelinspectors #sourbbv #viajar #missãovt #revistaviajar #riverduchess #qualitours #rivercruising #summer #veraoeuropeu #eurotrip2018
Chegando em Budapeste!🇭🇺 Esse é o Monte Gellért passando pela janelinha da minha cabine!
.
No ultimo verão europeu eu fiz um cruzeiro fluvial pelo rio Danúbio (segundo maior rio da Europa).
.
Meu cruzeiro começou na Romênia, passou pela Bulgária, Sérvia, Croácia e terminou na Hungria.
.
Foram 7 dias a bordo do navio River Duchess, da empresa @uniworldcruises ! Uma experiência sensacional (ainda quero repetir, fazendo uma das rotas que passam pelos mercadinhos de Natal)!!
.
🌏Budapeste, Hungria
.
#budapeste #budapest #hungria #hungary #cruzeirofluvial #rivercruise #riodanubio #danuberiver #uniworld #exploreuniworld #essemundoenosso #revistaadv #meusroteirosdeviagem #travelgirl #amoviajar #missaovt #eurotrip #europa #followyourdream #picoftheday #hotelinspectors #sourbbv #viajar #missãovt #revistaviajar #riverduchess #qualitours #rivercruising #summer #veraoeuropeu
Kremlin de Moscou 🇷🇺🇷🇺
.
Antigamente essa fortaleza servia de proteção para a cidade, mas hoje em dia é a sede do governo e residencia oficial do Presidente da Rússia.
.
Ele é formado por vários palácios, catedrais, museus, um jardim, as torres e a muralha.
.
Quem estiver em Moscou pode incluir uma visita ao Kremlin no roteiro.
.
É possível conhecer algumas atrações, como: o Palácio do Arsenal, local onde está o Museu do Arsenal e o Complexo das Catedrais (formado por 4 igrejas). Todas todos os demais edifícios podem ser fotografados apenas por fora.
.
⚠️O Kremlin não abre as quintas-feiras. Para visitar o Museu (700 rublos) e o Complexo das catedrais (800 rublos) o valor total é de 1500 rublos (95,00 reais).
.
🌏Moscou, Rússia
.
#praçavermelha #redsquare #redsquaremoscow #kremlin #kremlindemoscou #moscou #moscow #russia #copadomundo2018 #missãovt #sourbbv #instaviagem #meusroteirosdeviagem #essemundoenosso #revistaviajar #blogdeviagem #cahnarússia #amoviajar #eurotrip #travelgirl #viajarmais #viajar #eurotrip2018 #viajandosozinha #viajarmais #viagemeturismo #worldcup2018 #russiaworldcup2018 #russia2018 #brasilnacopa #visitrussia
Existem diversas formas de entrar na Praça Vermelha, em Moscou, mas sem duvida alguma, a mais bonita é atravessando o Portão da Ressurreição, localizado literalmente entre a Prefeitura de Moscou (lado esquerdo) e o Museu Estatal de História Nacional (essa construção a direita).
.
Nessa foto também da pra ver a Capela Ibérica e o Marco Zero da Russia.
.
🌏Moscou, Rússia
.
#praçavermelha #redsquare #redsquaremoscow #moscou  #moscow #russia #copadomundo2018 #kempinski #missãovt #sourbbv #instaviagem #hotelinspectors #meusroteirosdeviagem #essemundoenosso #revistaviajar #blogdeviagem #cahnarússia #amoviajar #eurotrip #travelgirl #viajarmais #viajar #visitrussia #viajandosozinha #viajarmais #viagemeturismo #worldcup2018 #russiaworldcup2018 #russia2018 #jogosdobrasilnacopa2018 #brasilnacopa
Parque da Vitoria é onde está localizado o Museu da Grande Guerra Patriótica, que é como os russos chamam a Segunda Guerra Mundial. Obviamente, esse museu conta toooooda a historia dessa guerra (com muitas fotos, documentos, objetos, entre outros - tem legendas em inglês).
.
Além disso, também destaco: O Hall dos Heróis (foto 3) que presta uma bela homenagem a todos os russos que morreram nessa guerra, mais de 20 milhões de pessoas, o Hall das Lagrimas (foto 4) que simboliza as lagrimas de quem perdeu filhos, pais, irmãos e maridos durante essa guerra e por fim, os Dioramas de Guerra (foto 5), esses paines gigantes que retratam algumas cenas de momentos importantes dessa guerra.
.
O parque é gigante e o Museu é enorme, portanto, vá com muito tempo (tempo minimo de 3 - 4 horas).
.
Dica: Para chegar aqui, o acesso é feito pela estaçao de metro Парк Победы, aquela que tem as escadas rolantes mais profundas de todas as estações de metro de Moscou, sao quase 3 minutos andando nessa escada. 😱
.
🌏Moscou, Rússia
.
#parquedavitoria #moscou #moscow #russia #copadomundo2018 #missãovt #sourbbv #instaviagem #meusroteirosdeviagem #essemundoenosso #queroviajarmais #revistaviajar #blogdeviagem #cahnarússia #amoviajar #eurotrip #travelgirl #viajarmais #viajar #visitrussia #viajandosozinha #viajarmais #viagemeturismo #worldcup2018 #russiaworldcup2018 #russia2018 #jogosdobrasilnacopa2018 #brasilnacopa
Contando as Horas