22.10
2014

Glasgow: People’s Palace, Winter Gardens e Green Park

De todas os lugares que eu fui em Glasgow nessa ultima viagem, esses três foram os mais tranquilos. Tanto o People´s Palace, o Winter Gardens e o Green Park podem ser visitados todos juntos. Pra quem até então nunca tinha ouvido falar em nenhum desses lugares, eu explico.

SONY DSC

O Green Park fica as margens do rio Clyde, rio que atravessa Glasgow de ponta a ponta, na parte leste da cidade. Junto com o Kelvingrove Park, o Green Park é um dos principais parques de Glasgow. 

SONY DSC

A área do parque é enorme, vi algumas pessoas correndo e se exercitando por lá, mas fora isso, o número de turistas é bem pequeno. Na verdade, esse parque é mais famoso por receber diversos concertos e eventos ao ar livre, como BBC Proms, World Pipe Band Championships e alguns shows de bandas internacinoais.

SONY DSC

SONY DSC

As suas duas principais atrações são: o People’s Palace e o Winter Gardens, além de diversos outros memoriais, monumentos e fontes.

– Doulton Fountain: é considerada a maior fonte de terracota do mundo. A fonte foi doada a cidade por Sir Henry Doulton (dai que vem o seu nome), que primeiro ficou alguns anos no Kelvingrove Park e depois foi transferido ao Green Park, onde permanece até hoje. A fonte fica bem em frente da entrada principal do People’s Palace e além de ter um tamanho imponente, ela foi muito bem decorada e ainda está muito bem preservada.

SONY DSC

SONY DSC

– People’s Palace: é um museu localizado dentro de um palácio, que conta um pouco da história de Glasgow e de seus moradores a partir de varias perspectivas desde o século 18 até os dias de hoje. Pra falar bem a verdade, durante as minhas pesquisas antes da viagem, esse era o lugar que eu tava menos empolgada em conhecer. E vejam só, me surpreendi. Claro que pra quem está de passagem pela cidade, esse museu passa longe de ser essencial, mas pra quem morou, pretende morar ou gosta da Escócia, esse museu da uma boa noção de tudo o que já aconteceu ou está relacionada com a cidade e seus moradores.

SONY DSC

Pra quem não faz idéia, no tempo que morei em Edimburgo, Glasgow sempre foi a cidade mais escocesa de todas. Sabe aquele tipo de pessoa que defende a sua cidade e seu pais com unhas e dentes? Pois então, foi essa a impressão que tive dos moradores de lá (e ainda tenho).

SONY DSC

SONY DSC

O museu tem apenas 2 andares e é bem pequeno. Cada época é contada em separado, por meio de algum fato em destaque, seja ele positivo ou negativo para a cidade ou seus moradores. A entrada é gratuita e não abre na segunda-feira.

SONY DSC

SONY DSC

– Winter Gardens: fica grudado com o People’s Palace e esses jardins são uma espécie de uma grande estufa que mantem diversas amostras de plantas exóticas. Essa Glasshouse não é tão bonita como a do Jardim Botanico de Glasgow, mas vale a visita. Na verdade, a estufa é bem pequena e o que mais chama atenção sempre são as palmeiras e os cactos.

SONY DSC

SONY DSC

SONY DSC

SONY DSC

– Monumentos como Mc Lennan Arch e Nelson’s Monument, ambos ficam próximo a entrada de quem vem pelo rio Clyde.

SONY DSC

SONY DSC

O People’s Palace e o Winter Gardens ficam bem no meio do parque. A melhor maneira de ir até lá é entrando pelo portão que tem próximo ao rio Clyde, um pouco adiante da Catedral de St Andrew. A entrada é gratuita e não abre as segundas-feiras.

Posts relacionados:

Todos os posts sobre a Escócia

Todos os posts sobre Edimburgo

Todos os posts sobre Glasgow

Todos os posts sobre as Highlands

Siga o Blog Contando as Horas nas redes sociais:

no Instagram: @brunabartolamei

e curta nossa fanpage no Facebook: facebook.com/ContandoAsHoras

Bruna Bartolamei
Siga-me

Bruna Bartolamei

Catarinense, mas atualmente morando em Curitiba-PR. Já morou em Edimburgo, a capital da Escócia por quase 2 anos. Criou o blog pra contar um pouco mais sobre como foi o seu intercâmbio na terra dos Kilts e das Gaitas de Fole, e também, sobre suas viagens pelo mundo.
Bruna Bartolamei
Siga-me
Postado em Escócia, Glasgow
Booking.com
Deixe o seu comentário...