27.08
2015

Bariloche: Informações práticas

Um dos primeiros lugares que vem a cabeça quando falamos em inverno na Argentina é Bariloche. Geralmente muitos Brasileiros resolvem ir pra lá no inverno pra conhecer a neve, coisa que até mesmo aqui no sul do Brasil tem sido muito difícil de ver, mesmo que seja em pouquíssimas quantidades.

DSC_0927_Fotor

Como Bariloche é um dos destinos mais populares entre os Brasileiros, existem muitas dicas e informações por ai. Então, eu achei que seria legal reunir as mais importantes nesse post aqui. Vamos lá?!?! 

♦♦ Localização

San Carlos de Bariloche ou simplesmente Bariloche, é uma cidade que faz parte da província de Rio Negro, localizada na Patagônia Argentina. A cidade fica dentro do Parque Nacional Nahuel Huapi, as margens do lago Nahuel Huapi, praticamente aos pés da Cordilheira dos Andes.

IMG_0384_Fotor

♦♦ Como ir até Bariloche

Existem diversas formas de ir até Bariloche, como por exemplo, de carro, ferry, ônibus ou avião. Na minha opinião, ir de avião facilita muito o deslocamento, já que as distancias são longas. O tempo de voo a partir de Buenos Aires é de 2 horas e 20 minutos.

Dica: Quem quiser ver a Cordilheira dos Andes lá do alto, no trecho de ida entre Buenos Aires e Bariloche deve sentar no lado direito do avião. Eu tinha marcado nossos lugares nesse lado do avião, mas como tivemos o voo cancelado, tivemos que sentar em lugares espalhados. Portanto, sem fotos legais pra ilustrar esse momento!

A Aerolíneas, TAM e a Gol tem voos partindo de diversas cidades do Brasil. Em época de temporada, vale ficar atento aos voos direito entre Brasil até Bariloche, pois podem existir voos diretos. Quem não conseguir esses voos, o jeito é fazer uma conexão em Buenos Aires antes de seguir viagem até Bariloche.

Dica: Buenos Aires é servida por dois aeroportos, o Ezeiza e o Aeroparque. O Ezeiza fica mais longe do centro da cidade, enquanto o Aeroparque fica a uma curta distancia do Puerto Madero. Nesse caso de conexão, eu prefiro o Aeroparque. Mas vale ficar atento também quando a passagem for muito barata, pois a chegada em Buenos Aires pode ser por um aeroporto e a saida por outro, mesmo em conexão. É bom ficar ligado!

Nosso voo era com a Aerolíneas Argentina. Partiu de Porto Alegre, fez uma conexão em Buenos Aires (no aeroporto Aeroparque) e seguiu viagem até Bariloche. Na volta fizemos exatamente esse mesmo trecho também.

IMG_0374_Fotor

♦♦ Aeroporto Internacional San Carlos de Bariloche Teniente Luis Candelaria  (IATA: BRC)

Esse é único aeroporto que serve a cidade de Bariloche. Ele é considerado o quarto aeroporto mais movimentado da Argentina. Pelo que pesquisei na internet, ele recebeu esse nome em homenagem ao Tenente Luis Candelaria, que foi a primeira pessoa a cruzar a Cordilheira dos Andes voando, no inicio do século passado.

O aeroporto está localizado a 13 km do centro da cidade, o que quer dizer que o deslocamento será feito em mais ou menos uns 20 a 25 minutos.

Assim como os aeroportos de Ushuaia e El Calafate, esse aeroporto também segue o mesmo estilo. Tem uma arquitetura bem rústica, todo feito de madeira. Tem dois andares, onde no primeiro andar estão os balcões de check-in, algumas lojas e lanchonetes e o setor de embarque. Já no segundo andar, é onde é feito o desembarque, mas para pegar as malas e passar na alfândega, é preciso descer as escadas rolantes. Ah, tem internet wifi free.

IMG_0420_Fotor

♦♦ Como ir do aeroporto até o centro da cidade

As duas únicas opções para ir do aeroporto até o centro da cidade são: táxis ou remis. Como nós estávamos em 12 pessoas, a melhor opção no nosso caso foi contratar um remis através do hotel onde estavamos hospedados, que nos cobrou a 600,00 pesos argentino, o que dá mais ou menos uns 60,00 dólares ou 212,00 reais. Foi a melhor coisa.

Como curiosidade, um táxi do aeroporto ao centro da cidade ou hotéis nos arredores pode custar em torno de 30,00 dólares.

Nesse nosso caso, foi muita vantagem ter contratado um remis.

IMG_0427_Fotor

♦♦ Melhor época

Qual é a melhor época pra ir a Bariloche? Depende! Quem quiser ver neve, obviamente os melhores meses são junho, julho, agosto e setembro. Já quem quiser fazer outros passeios que não incluam esquiar, os outros meses são os mais indicados, mas sempre priorizando a primavera ou outono, quando o calor não é tão intenso.

DSC_0664_Fotor

♦♦ Temporada de inverno em Bariloche

A temporada oficial de inverno em Bariloche vai da ultima semana de junho ao final de setembro. Pelo que eu sei, teoricamente, os melhores meses em termos de quantidade de neve costumam ser julho e agosto. Ultimamente, como o tempo anda muito louco, não dá pra afirmar mais nada disso. Esse ano mesmo, muitas estações de esqui aqui da América do Sul adiaram a temporada de abertura por falta de neve. O ideal, é tentar ir na alta temporada (de 10 a 31 de julho) ou em datas nos arredores, onde a quantidade de neve pode ser maior, mas sem nenhuma garantia!

Esse ano mesmo, as temperaturas que ficam na faixa de – 2 graus e – 10 graus, ficou entre -1 grau e 8 graus, o que nem é tão frio assim.

IMG_0954_Fotor

♦♦ Onde é melhor se hospedar? 

Uma das primeiras perguntas que a gente se faz quando o assunto é hospedagem em Bariloche é justamente esse ai: Onde é melhor se hospedar? No centro da cidade ou em hotéis mais afastados do centro?

Na primeira vez que estive em Bariloche, nós optamos por nos hospedar no centro da cidade. Já nessa ultima viagem, preferimos nos hospedar em um hotel mais afastado do centro.

Eu ainda vou escrever alguns posts mais específicos sobre esse assunto, mas ao meu ver, isso não deve ser um motivo para se preocupar tanto. Explico. A maioria dos hotéis no centro não incluem o transporte até os Cerros (Cerro Catedral e Piedras Blancas), então será necessário se deslocar com transporte publico, reservar um transfer ou pegar um taxi. Quem se hospedar em hotéis mais afastados do centro, geralmente o transporte até o Cerro Catedral é gratuito e para ir aos outros Cerros é necessário reservar um transfer.

Na verdade, é interessante fazer uma pré pesquisa nesse sentido, pq as vezes os hotéis mais afastados tem estrutura melhor para descansar e oferecem o transporte gratuito até o Cerro Catedral, que é considerado a única estação de ski de Bariloche.

** Precisando de hospedagem em Bariloche? Para iniciar as pesquisas no site do Booking, é só clicar aqui. **

IMG_0574_Fotor

♦♦ Passeios

Nos próximos posts eu vou falar melhor sobre cada um dos passeios que fizemos em Bariloche e arredores durante os 7 dias que ficamos lá.

Nos chegamos em Bariloche no dia 20 de junho e voltamos no dia 28 de julho de 2015, ou seja, era altissima temporada.

Infelizmente ultimamente o tempo não tem colaborado muito, portanto a gente não consegue reservar todos os passeios da melhor forma possivel e com antecedência.

O ideal é começar a acompanhar a previsão do tempo 1 mês antes da viagem, pra ter uma ideia de como o clima vem se comportando nas ultimas semanas. Quando faltar 1 semana pra viagem, dá pra começar a reservar os passeios e montar o roteiro. Foi isso que nós fizemos!

DSC_0128_Fotor

♦♦ Roteiro de 7 dias em Bariloche

Nosso roteiro em Bariloche basicamente ficou assim:

Dia 01: Devido a um cancelamento de voo por parte da Aerolíneas, ficamos esse dia em Buenos Aires

Dia 02: Circuito Chico + Centro da cidade e aluguel de roupas

Dia 03: Cerro Catedral

Dia 04: Cerro Bayo, em Villa la Angostura

Dia 05: Ficamos no hotel, pois estava chovendo muito forte e nenhum Cerro estava aberto

Dia 06: Passeio de Barco Bosque Arrayanes e Isla Victoria + Chá da Tarde no Hotel Llao Llao

Dia 07: Cerro Otto + Centro da cidade

DSC_0574_Fotor

♦♦ Segurança

Ao contrario de tudo que a gente ouve falar da segurança em Buenos Aires, em Bariloche eu achei tudo muito tranquilo. Não tivemos nenhum problema, fosse no centro da cidade, nos Cerros ou até mesmo no hotel. Aquela questão de tentarem enganar os turistas com relação a moeda, tbm não tivemos nenhum problema. Sério mesmo, achei super tranquilo. Inclusive, os taxistas que pegamos foram sempre muito gente boa e prestativos. Não tenho do que reclamar.

IMG_0416_Fotor

* Precisando de hospedagem na Argentina? Para iniciar as pesquisas no site do Booking, é só clicar aqui *

Posts relacionados:

Argentina: Informações práticas

Voando Aerolínas Argentinas e Austral

Argentina, um dos melhores lugares do mundo pra comer bem!

Todos os posts sobre Buenos Aires

Todos os posts sobre Ushuaia

Todos os posts sobre El Calafate

Todos os posts sobre Bariloche

Siga o Blog Contando as Horas nas redes sociais:

no Instagram: @brunabartolamei

e curta nossa fanpage no Facebook: facebook.com/ContandoAsHoras

Bruna Bartolamei
Siga-me

Bruna Bartolamei

Catarinense, mas atualmente morando em Curitiba-PR. Já morou em Edimburgo, a capital da Escócia por quase 2 anos. Criou o blog pra contar um pouco mais sobre como foi o seu intercâmbio na terra dos Kilts e das Gaitas de Fole, e também, sobre suas viagens pelo mundo.
Bruna Bartolamei
Siga-me
Postado em Argentina, Bariloche
Booking.com
  1. Mônica Pimentel Abram 01/06/2016 | 13:06

    Excelente blog, parabéns!
    Gostaria de uma dica sua: eu, meu marido e filhos (adultos) iremos a Bariloche na última semana de julho. O objetivo é esquiar todos os dias. Devo comprar os passes lá mesmo ou em agências de viagem do Brasil? Compro para 4 dias, ou é melhor não arriscar (pode chover, por exemplo, e a estação não abrir)? Onde você locou as roupas? No mesmo local que os equipamentos?
    Atenciosamente,
    Mônica

    • Contando as Horas 01/06/2016 | 13:48

      Oi, Mônica

      Eu te aconselho a comprar lá mesmo. Como vcs vão estar em bastante pessoas, um pode comprar os ingressos, enquanto outros alugam roupas e equipamentos e contratam aulas. Quanto mais cedo chegar na estação de ski mais tranquilo vc consegue fazer tudo isso, sem muita gentarada nas filas.

      As roupas eu não precisei alugar, levei as minhas mesmas. Eu tenho algumas roupas especiais pra inverno e esporte de inverno (só precisei comprar um luva melhor), então não precisei.

      Como estavamos em um grupo grande, algumas pessoas precisaram alugar algumas coisas e fizemos isso no centro de Bariloche. Ainda tenho que escrever um post sobre isso.

      Quanto aos equipamentos, nos respectivos posts dos Cerros Catedral e Otto tem fotos dos lugares onde alugamos os equipamentos. Ainda não escrevi o post sobre o Cerro Bayo, mas espero fazer isso em breve.

      Para ver todos os posts sobre Bariloche, é só vc clicar aqui:
      http://contandoashoras.com/categoria/destinos/argentina/bariloche/

      Obrigada pela visita aqui no blog!

Deixe o seu comentário...