01.05
2013

Berna: a “desconhecida” capital da Suíça

Até hoje muitas pessoas ainda fazem confusão sobre qual é a capital da Suíça. Não, a capital da Suíça não é Zurique. A capital da Suíça é Berna. Uma capital que tem menos habitantes que a cidade onde eu nasci em SC, são apenas 135 mil habitantes. É uma capital super pacata, eu diria!

SONY DSC

Berna fica na parte alemã quase divisa com a parte francesa do país, tem uma localização estratégica, bem no meio do país, sendo assim, é muito fácil se deslocar a partir de lá pra qualquer outra cidade da Suíça. Nós estavamos hospedados em Zurique, de onde um day trip é totalmente possível. Apenas 130 km separam as duas cidades e esse trajeto pode ser feito de trem em apenas 50 minutos. Muito tranquilo!

SONY DSC

Partindo da Estação Central de Trem de Berna até os demais pontos turísticos da cidade, como as distâncias são relativamente curtas, é totalmente possível conhecer a cidade a pé.

SONY DSC

SONY DSC

A grande maioria das atrações estão localizadas no seu Centro Histórico, declarado Patrimônio Cultural Mundial pela Unesco, que é totalmente circundado pelo belíssimo rio Aare, com cor verde-esmeralda, que dá todo um charme especial a cidade.

SONY DSC

DSC00287_1024x722

O Centro Histórico tem caracteristicas únicas que mantem o ar medieval da cidade, como por exemplo, a grande maioria das suas construções são feitas de arenito, pelas suas ruelas passam somente bondinhos e pedestres e outro grande destaque são os seus muitos e muitos chafarizes ou fontes.

SONY DSC

SONY DSC

SONY DSC

SONY DSC

SONY DSC

Outra coisa que também chama bastante atenção são as Arcadas, que poderiamos definir como sendo uma calçada coberta, que permite que as pessoas percorram toda a sua extensão formada por diversas lojas (de roupa, souvenirs e até restaurantes) sem se importarem muito com o clima.

SONY DSC

SONY DSC

A nossa primeira parada foi na Torre da Prisão, que além de ter sido construida para servir como prisão, foi um dos portões de acesso ao centro antigo da cidade, mas também já serviu como sede politica do país. Atualmente tem algumas exposições relacinadas a questões políticas da Suíça. Nós não entramos pra conhecer, apesar da entrada ser gratuita.

SONY DSC

Logo em frente encontramos a Torre do Relógio, um dos pontos turísticos mais importantes da cidade. O relógio astronômico foi construído ainda em 1530 e desde então, é o principal relógio da cidade. Pra quem tiver interesse, assim como o relógio astronômico de Praga, no de Berna também é possível ver um “showzinho” que começa uns 3 ou 4 minutos antes de completar cada hora cheia.

SONY DSC

SONY DSC

SONY DSC

Berna também ficou conhecida por ter sido a cidade onde morou Albert Einstein entre os anos de 1902 e 1909. Com isso, atualmente é possível visitar a casa onde ele morou e também uma exibição permanente dentro do Museu Histórico de Berna, que conta um pouco sobre a sua vida e de suas descobertas cientificas. Infelizmente a Casa Albert Einstein estava fechada para reformas, então só foi possível visitar o Museu Albert Einstein.

SONY DSC

SONY DSC

SONY DSC

Einstein não era suíço, ele nasceu na cidadezinha de Ulm, localizada no sul da Alemanha. Se mudou pra Berna no inicio do século 20 e junto com ele, toda a sua familia foi também. Foi durante esses anos em que morou na Suíça que ele apresentou para o mundo a Teoria da Relatividade.

SONY DSC

SONY DSC

b6_1015x768

Pra quem resolver conhecer o Museu Histórico de Berna, um outro grande destaque é a construção externa do museu, que parece um castelinho, isso sem falar nos seus jardins, que quando nos estivemos ainda era outono e a paisagem estava muito bonita!

IMG_8462_1024x712

Voltando a caminhar pelo Centro Antigo de Berna, atravessamos a cidade até chegar no Rosengarten, um jardim que recebeu esse nome por ter mais de 200 tipos de rosas plantadas ali. O jardim está localizado em um lugar estratégico, no alto de uma colina de onde se tem as melhores vistas de toda a capital da Suíça.

SONY DSC

SONY DSC

Não tem como não se impressionar com a cor do rio Aare e ainda com as árvores ganhando as cores do outono. Não chegamos a caminhar por ali, apenas sentamos pra fazer um lanche rápido e descansar um pouco.

SONY DSC

IMG_8565_1024x633

SONY DSC

IMG_8530_1024x639

Muito próximo do Rosengarten, nas margens do rio Aare, fica o Bären Park, onde é possível ver um dos maiores símbolos de Berna, os ursos. Um dos melhores lugares pra observar os ursinhos é da ponte Nydeggbrücke. Geralmente eles estão dormindo ou comendo. Infelizmente só podemos ver os ursos de longe, mas mesmo assim vale o passeio. Eles são a coisa mais bonitinha desse mundo!

SONY DSC

SONY DSC

SONY DSC

DSC00284_1024x720

Ainda tivemos tempo de conhecer outro grande símbolo da cidade, a Catedral de Berna (Berner Münster), uma das catedrais mais importantes do país. Seu estilo gótico tardio é inconfundível. Seu tamanho impressiona. A catedral demorou mais de cem anos pra ficar pronta, pois vários fatores como doenças e guerras sempre atrasaram a sua construção.

SONY DSC

IMG_8509_1009x768

O grande destaque da Catedral fica no lado externo, logo acima da sua porta principal: um painel que representa o dia do Juízo Final. Realmente é uma obra belíssima! O trabalho foi muito bem feito mesmo.

IMG_8512_1024x533

Ainda pra quem não se contentou em ver Berna do alto da colina onde está o Rosengarten, é possível subir até no topo da torre da Catedral. A subida é feita por escadas (são mais de 200 degraus). Nos resolvemos não encarar esse desafio, mas imagino que a vista lá do alto deve valer o sacrificio. A visita a Catedral é gratuita, mas para subir na torre tem que pagar.

IMG_8692_1024x719

E pra terminar nosso dia em Berna, eu consegui reservar um tour para visitar o Parlamento Suíço (Bundeshaus).

SONY DSC

SONY DSC

SONY DSC

IMG_8673_1024x670

Berna passou a ser capital e sede do Parlamento em 1848 e o principal motivação foi a sua localização, bem no meio do país. Na verdade, esse prédio tinha sido construído pra ser um monumento nacional, mas devido a sua grandiosidade, ficou resolvido que ele seria transformado em parlamento.

SONY DSC

SONY DSC

O prédio tem uma arquitetura externa bem clássica e muito bonita e a decoração interna também não fica devendo em nada. Infelizmente não é possível bater fotos e nem fazer videos por questão de segurança, mas pra quem tiver curiosidade em conhecer melhor o Parlamento, é só clicar aqui. O tour é gratuito, mas é preciso reservar lugar através desse email parlamentsbesuche@parl.admin.ch. É possível escolher os tour em alemão, francês, italiano, inglês e espanhol. Claro que os tours em inglês e alemão são mais frequentes, então é sempre bom ficar ligado e reservar com pelo menos uma semana de antecedência, pq a procura de uns tempos pra cá tem sido muito alta.

SONY DSC

Os tours acontecem de segunda a sábado, mas sempre quando não tiver seção no parlamento. Pra garantir é bom dar uma olhada no site e verificar as datas disponiveis direitinho.

b22_1024x735

É necessário chegar com pelo menos 20 minutos de antecedência da hora marcada, pra retirar os tickets, fazer o cadastro pra pegar o crachá e por fim, ainda precisamos deixar nossos passaportes no controle de segurança (que serão devolvidos no final do tour). A entrada pro tour acontece através do Visitors’ Entrance Hall.

b20_971x768

Após passar pelo controle de segurança, somos orientados a deixar nossas bolsas e mochilas em um guarda-volumes. Ai é só esperar o guia chamar. O tour dura aproximadamente 1 hora e sinceramente? A gente nem vê o tempo passar. A história do país é intessantíssima e ainda tivemos muita sorte de pegar um guia que mandou muito bem nas explicações!

Basicamente o que podemos visitar é: o hall principal, as salas de debates e o lobby hall. A maior parte da visita a gente fica no hall principal do Parlamento, bem onde está a sua cúpula central. A decoração é riquíssima, cada estátua, cada detalhe ou simbolo tem uma explicação.

Foto retirada do site Schweizer Parlament

Foto retirada do site Schweizer Parlament

A parte interna do parlamento é praticamente toda feita de marmore vindos da Itália. No hall principal existem duas grandes escadas que nos levam as salas de debates e ao lobby.

Junto as escadarias, existem estátuas que representam os quatro idiomas oficiais do país: alemão (60%), francês, italiano e o romanche (0,6%).

Além disso, outra obra que chama atenção são as três estátuas masculinas que unidas juntaram forças pra criar a Confederação Helvética (Suíça).

Foto retirada do site Schweizer Parlament

Foto retirada do site Schweizer Parlament

Mas o grande destaque fica pra cúpula central do Parlamento. No centro, uma bandeira da Suiça e ao seu redor, um vitral composto pelos brasões de cada cantão que formam o país (exceto o Cantão de Jura, que ainda não existia quando o vitral tinha sido feito).

Foto retirada do site Schweizer Parlament

Foto retirada do site Schweizer Parlament

Outras explicações importantes que recebemos ao longo da visita nas outras alas, foram:

– A Confederação Helvética foi fundada em 1148. Atualmente, a Suíça é formada por 23 cantões e 3 semi-cantões. Grande parte do modelo político e legislativo do país foram inspirados no modelo dos Estados Unidos, onde cada cantão tem autonomia.

 – O parlamento da Suíça é formado por duas camaras, a National Council  e a Council of States. Ambas as camaras tem o mesmo poder.  Os 200 representantes eleitos que fazem parte do National Council são eleitos pelo povo através de um sistema de representação proporcional, já os 46 membros do Council of States representam os cantões, sendo que 20 cantões tem 2 representantes e os outros 6 cantões tem apenas 1 representante. Os mandados de todos esses politicos são de quatro anos;

National Council - Foto retirada do site Schweizer Parlament

National Council – Foto retirada do site Schweizer Parlament

– Uma coisa que me chamou atenção é que todos os políticos do National Council são obrigados a ter conhecimento dos três principais idiomas oficiais do país, os representantes de cada cantão (da parte alemão, parte francesa e parte italiana) tem que se comunicar entre si sem ajuda de um tradutor. Já os politicos que representam o Council of States podem ter tradutores. É mole?

– Uma outra coisa que achei bem interessante foi o sistema de votação: são todas manuais! No National Council as leis são colocadas em votação e quem concorda apenas levanta a mão, assim todo mundo fica sabendo no que cada politico votou. A contagem é toda manual e é feita por duas pessoas (pra ver se a contagem bate). Isso que é transparência! E no Council of States cada mesa tem dois botões (a favor ou contra e outro pra confirmar o voto), onde ambos precisam ser apertados juntos pra que o voto seja válido. Essa técnica evita que quando o colega politico da cadeira ao lado tivesse faltado a votação, os seus vizinhos não votassem por ele.

Council of States - Foto retirada do site Schweizer Parlament

Council of States – Foto retirada do site Schweizer Parlament

– Além disso, os representantes das duas camaras se reunem apenas quando necessário para votar alguma alteração em um lei especifica, beeem diferente do que acontece aqui no Brasil;

– E pra terminar, outra coisa que achei interessante é que nenhum político tem um escritório e milhões de funcionários a sua disposição. Os funcionários são contratados do Parlamento e esses mesmos funcionários trabalham para todos os políticos. Achei essa idéia incrível! Brasil precisaria adotar isso djá!

Lobby Hall - Foto retirada do site Schweizer Parlament

Lobby Hall – Foto retirada do site Schweizer Parlament

Ah, quando a bandeira estiver hasteada no alto do domo central, é pq está tendo seção no Parlamento.

E foi assim que terminou o nosso dia em Berna, com uma aula de democracia e transparência que me deixou literalmente de queixo caido!

** Precisando de hotel em Berna? Inicie as pesquisas aqui.

** Precisando de hotel na Suíça? Inicie as pesquisas aqui.

** Precisando de seguro viagem? Inicie as pesquisas aqui.

** Precisando alugar um carro? Inicie as pesquisas aqui e/ou aqui.

Se você gostou das dicas, ao reservar hospedagem, seguro viagem e aluguel de carro aqui pelo blog, nós ganhamos uma pequena comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Obrigada! :D

Posts relacionados:

Todos os posts sobre a Suíça

Todos os posts sobre Berna

Siga o Blog Contando as Horas nas redes sociais:

no Instagram: @brunabartolamei

e curta nossa fanpage no Facebook: facebook.com/ContandoAsHoras

Bruna Bartolamei
Siga-me

Bruna Bartolamei

Catarinense, mas já morou em Curitiba (8 anos) e em Edimburgo, a capital da Escócia (quase 2 anos). Criou o blog pra contar um pouco mais sobre como foi o seu intercâmbio na terra dos Kilts e das Gaitas de Fole, e também, sobre suas viagens pelo mundo.
Bruna Bartolamei
Siga-me
Postado em Berna, Suiça - , , , ,
Compartilhe
Deixe um Comentário
49 comentários em "Berna: a “desconhecida” capital da Suíça"
  1. Fernanda   17/07/13 • 10h36

    Olá Bruna,
    Pretendo fazer um mini tour por Berna, seguindo suas dicas. Tirando a visita ao Parlamento, vamos conhecer só por fora mesmo. Sei que isso depende muito do ritmo de cada pessoa, mas quanto tempo vc acha legal reservar para este roteiro? Obrigada,
    Fernanda

    • Bruna Bartolamei   17/07/13 • 16h12

      Oi, Fernanda!

      Você pretende visitar mais algum lugar junto com Berna? Nos conhecemos Berna em um dia e fomos até lá partindo de Zurique. Um dia é o ideal pra conhecer bem a cidade e com calma.

  2. Terezinha   10/03/14 • 01h04

    Estive em Berna, Lucerna e Zurich em 2008 com a CVC – Europa para Brasileiros. Vejo agora quão enganosa foi a propaganda. Paramos nesses lugares por pouquíssimas horas, direto na área de compras e não vimos nada do que aqui é mostrado. Obrigada por compartilhar tanta informação e beleza da cidade.

    • Contando as Horas   11/03/14 • 22h38

      Oi, Terezinha

      Jura que vcs não visitaram nada disso? Nosso, que absurdo! A Suíça é tão bonita, tem paisagens belissimas e as cidades são tão pequenas, que é possivel visitar as principais atrações em apenas um dia. :D

  3. Felipe   02/04/14 • 11h42

    Parabéns, Bruna! Que aula sobre Berna! Vou para Suíça dia 14/04. Pretendo passar um dia indo de Interlaken. Chegaste a usar algum serviço pré-pago de telefonia móvel e internet na Suíça? Poderia me indicar algum. Obrigado!

  4. Marcos Monteiro   05/05/14 • 10h04

    Olá, Bruna. Muito legal seu blog!! Pretendo ir com minha esposa e um casal de filhos (15 e 11 anos) em abril/maio do ano que vem. Vc. acha que é uma boa época ou é melhor mesmo em julho? E quanto à permanência? Li que dá prá conhecer em um dia, mas será que é muito planejar dois ou três dias…
    Obrigado pela ajuda e parabéns pelo trabalho!!

    • Contando as Horas   06/05/14 • 14h14

      Oi, Marcos

      Sim, a época é boa sim na minha opinião. Ainda é primavera na Europa, então o clima é bem agradável e ainda os moradores tanto da Suíça como da Europa em geral ainda não estão de férias, o que pode ser uma boa, pois não tem tanta gente e as coisas ainda não estão mais caras do que normalmente são na Suíça por ser verão (e alta temporada).

      Berna é pequena, e praticamente as atrações principais da cidade são essas que descrevi no post. Claro que vc pode ficar mais dias, curtir a cidade, caminhar pra lá e pra cá sem pressa, também pode visitar alguns lugares nos arredores. Quanto a isso, a questão de dias não é problema.

  5. Giuliano   13/06/14 • 16h59

    Olá Bruna. Estarei em Zurich dias 23\24, Bern 24\29 e Interlaken 29\30. Estou pretendendo adquirir o Swiss Pass para os dias de deslocamento entre estas cidades. Este passe permite acesso aos bondes destas ou algum tipo de transporte público nas cidades ou só aos trens que cruzam o país? Obrigado pela atenção.

    • Contando as Horas   15/06/14 • 03h45

      Oi, Giuliano

      Infelizmente não sei te dizer, pois não usei o Swiss Pass. Todas as passagens de trem eu comprei de forma individual (ida e volta sempre juntas, pro valor ficar mais barato). Na confirmação de compra ou no FAQ (onde eles esclarecem as duvidas) vc deve encontrar essa informação. Desculpa não poder ajudar, mas ate hoje nunca comprei nenhum desses passes de trem na Europa.

  6. mariaalice   07/09/14 • 22h12

    Estive em Bera com a cvc , adorei, Gauchos na Europa ,vi todas essas coisas lindas da Suiça . Onde menos andei foi fazendo compras . Não podia perder nada Algumas coisas ficaram a desejar mas no geral foi tudo ótimo.

    • Contando as Horas   08/09/14 • 12h46

      Oi, Maria Alice

      Verdade, com tanta coisa pra ver, as colpras sempre ficam pro final e se der tempo. Que bom que gostou da Suíça, na verdade, imposssível não gostar.

  7. Manuel Osorio   07/01/15 • 20h38

    Olá boa noite,

    Estava a procurar dicas sobre Berna e vi o seu blog que gostei muito. Parabéns!
    Vou 4 dias a Suíça, vou direto a Genebra depois aluguei carro e vou conhecer, sendo certo que no dia 18/02 vou estar em Basileia para ver o jogo do Porto.
    Como vou com a minha mulher e filha de 8 anos, estava a procurar lugares para visitar…

    Cumprimentos,

    Manuel Osorio

  8. Manuel osorio   07/01/15 • 20h41

    … Mais uma coisa em Portugal você precisa conhecer o Douro!

    • Contando as Horas   08/01/15 • 01h28

      Oi, Manuel

      Obrigada pela visita aqui no blog e pelo comentário, fico feliz que tenha gostado!

      Vc tem toda a razão, preciso conhecer o Douro urgentemente, ainda mais que adorei conhecer um pouco de Portugal!

  9. Manuel osorio   09/01/15 • 11h39

    Boa tarde,

    Pode dar-me umas dicas para Genebra e Basileia?

    Quando vier ao Douro avise para ir ao meu restaurante Castas e Pratos.

    Obrigado e cumprimentos,

    Manuel Osorio

  10. sebastiao araujo   16/01/15 • 18h30

    parabéns pelo o seu trabalho eu já morei em Portugal Espanha e hoje moro na África mais nunca estive na suíça sei que e o um lindo pais e sobre política já mais vamos ter um pais assim pois sabemos que jamais podemos compara um político suíço com os nossos ladroes políticos brasileiro não e parabéns abraço

    • Contando as Horas   19/01/15 • 00h56

      Oi, Sebastião

      Verdade, a Suiça é um país muito bonito realmente. Sorte sua de ter tido a oportunidade de morar em tantos lugares assim. Nosso Brasil está passando por um momento muito critico, mas a gente sempre tem esperança de que um dia algo mude por aqui. Enquanto isso, a gente conhece outros países e vê que tudo é possivel, é só querer e cumprir as leis!

      Obrigada pela visita aqui no blog!

  11. Norma Texeira   02/02/15 • 19h34

    Muito prazeroso ler seu blog. Inspirar viajar. Vou passar 40 dias na Europa, nas seguintes cidades: Amsterdan. Bruxelas, Berna, Viena, Budapeste, Praga, Berlim, Amsterda, Rio de Janeiro. Vc tem dicas para estas cidades? Um detalhe tenho 71 anos! Será que é loucura? rsrs Obrigada e abraços

    • Contando as Horas   06/02/15 • 01h59

      Oi, Norma

      Sim, tenho diversas dicas nessas cidades. Aqui na barra lateral direita as cidades estão separadas por países, é só vc clicar nas cidades que te interessam. As unicas que não fui até agora foram Budapeste e Berlim, mas o resto ja conheci todas.

      Se vc se vira bem em ingles, vc não vai ter nenhum problema pra visitar essas cidades.

      Obrigada prla visita aqui no blog!

  12. Márcia   09/02/15 • 16h25

    Oi tudo bem? Obrigad por todas dicas, estarei em Berna em setembro com meu marido, e amei seu roteiro. Pretendo fazer o mesmo. Só uma dúvida: O museu histórico, o Rosengarten, o Baren Park e o tour pelo parlamento, tem algum custo de entrada? Poderia dizer? Muito obrigada!

    • Contando as Horas   13/02/15 • 00h55

      Oi, Márcia

      O unico museu que visitei em Berna foi o relacionado a Albert Einstein e tinha que pagar. Já o Rosengarten e o tour no parlamento são gratuitos, mas no parlamento vc precisa agendar antecipadamente. E sobre o Baren Park, a gente só caminhou nos arredores, acho que não dá pra entrar ali naquela área onde estão os ursos e tal.

      Obrigada pela visita aqui no blog!

  13. Márcia   13/02/15 • 11h17

    Valeu mesmo

  14. reinaldo ramme   15/07/15 • 21h57

    Olá Bruna, viajo para a Suíça em agosto próximo. Farei o roteiro Zurique, Lucerna, Lugano, Zermatt, Interlaken, Berna, Montreux, Lausanne, Genebra. Creio que dá para ter uma verdadeira noção do que é o país. Concordas? Sds

  15. reinaldo ramme   15/07/15 • 21h59

    Acrescento que farei o roteiro de carro, pretendendo ficar duas noites em cada cidade.

    • Contando as Horas   16/07/15 • 14h05

      Oi, Reinaldo

      Sim, certeza que vc vai ter uma boa noção da Suíça, acho que turisticamente falando essas são as principais cidades. Acho que só ficou de fora a Basiléia hehe =DD

      Dois dias em cada cidade, ao menos nas que eu já conheci, é bem tranquilo. Vc vai conseguir aproveitar muito bem, e tudo muito perto, acho que só em Genebra pra ir a ONU que vc precisa usar o transporte publico.

      Aproveite!!! A Suíça é um dos países mais bonitos que já conheci até então na Europa, mas prepare o bolso, pq é um dos mais caros tbm!!

  16. alane leal   23/08/15 • 11h37

    Muito bom. obrigada

  17. ANTONIO   22/10/15 • 14h35

    MUITO BOM MUITO BONITO

    • Contando as Horas   22/10/15 • 22h22

      Oi, Antonio

      Obrigada pela visita aqui no blog! A Suíça como um todo é muito bonita!

  18. Denise   20/12/15 • 19h03

    Oi , tudo bem? Vou dia 13 de janeiro a Thun em Zurick na casa de meu namorado por 30 dias poderia me informar se precisarei de comprar este seguro viagem ?

    • Contando as Horas   22/12/15 • 00h28

      Oi, Denise

      Sim, a Suíça exige o seguro viagem com cobertura de 30 mil euros.

  19. […] Berna: a “desconhecida” capital da Suíça (Contando as horas) […]

  20. Vladimir   01/02/16 • 22h59

    Excelente!!!
    Obrigado e Parabéns,
    Vladimir

  21. Juliano   16/02/16 • 21h34

    Galera, acreditem acabei de voltar de Berna. Não vale a pena visitar essa cidade. Super desorganizada. Transporte público não é pontual. Povo extremamente grosseiro. Não vale a pena conhecer.

    • Contando as Horas   17/02/16 • 14h50

      Oi, Juliano

      Situações isoladas e experiências ruins todos nos vivenciamos em um novo país. No dia que conheci Berna não tive essa mesma impressão que você. Todas as pessoas com quem falamos foram super simpáticas. Sobre o transporte publico dentro da cidade, não precisamos usar. Apenas chegamos e saímos de lá de trem e foi tudo dentro do conforme. Mas de qualquer forma, a sua experiência serve para que quando alguém for visitar a cidade já vá preparado para situações boas e ruins.

  22. Paulo Henrique   27/03/16 • 12h40

    Adorei o site! Muito bom mesmo.
    Gostaria de saber duas coisas:
    1- Em junho, como é o clima de Berna? Faz mais frio ou calorzinho?
    2- Irei para Berna em um domingo. Haverá muita coisa fechada ou será possível conhecer bem a cidade e suas atrações?

    Obrigado!!

    • Contando as Horas   31/03/16 • 17h31

      Oi, Paulo

      Obrigadaaa!! =DD

      1) Não posso te afirmar nada, o tempo anda meio louco ultimamente. Eu sei que chega a fazer um calorzinho, mas nada comparado com o que encontramos aqui no verão no Brasil. Te aconselho a acompanhar a previsão do tempo na cidade uns 30 dias antes da viagem, assim vc tem uma ideia de como o clima vem se comportando por lá.

      2) Agora de cabeça não sei te dizer como é a abertura e fechamento das atrações em um domingo. Te aconselho a procurar nos sites oficiais das atrações (museus, igrejas, etc) os horários de abertura. Assim vc já vai preparado!

  23. Angela Regina Amaral   05/08/16 • 09h36

    Olá Bruna,
    Pode me indicar um hotel em Berna? Pretendo ficar na área central para poder percorrer os pontos turísticos a pé.
    Obrigada,
    Angela

    • Contando as Horas   06/08/16 • 16h38

      Oi, Angela

      Nunca me hospedei em Berna, então não tenho nenhum hotel pra indicar. Mas como a cidade é pequena, acho que não tem muito erro não. Se vc ficar perto da estação de trem ou do parlamento, por exemplo, são boas opções.

      Obrigada pela visita aqui no blog!

  24. Clarice Schüssler   12/12/16 • 15h19

    Olá Bruna!
    Ótimo post, fotos maravilhosas! Vou a Suiça em maio, e como adoro fotos, pergunto: De onde vc fez essas fotos panorâmicas?
    Podes me dar as dicas para fazer fotos da paisagem, de pontos mais altos
    em Berna?
    Obrigada,
    Clarice

    • Contando as Horas   21/12/16 • 16h03

      Oi, Clarice

      Siiim!! São lugares comuns, nada especifico.

      Tirei da ponte que vai ao museu Einstein e do Rosengarten, se vc estiver se referindo as primeiras fotos desse post.

      As fotos dos ursos tirei do alto da ponte que fica de frente pra esse lugar onde eles estão, inclusive, essa ponte é caminho para ir ao Rosengarten.

      Obrigada pela visita aqui no blog! :DD

  25. Emilton Ramos Varanda Junior   04/09/17 • 00h37

    Bruna…
    Parabéns pelo seu brilhante trabalho…você esteve em belos locais turísticos da cidade e conseguiu explicar com uma clareza impressionante…fiquei encantado com as paisagens das fotos…em um momento me senti como se estivesse na viagem com vocês…
    Abraços,
    Emilton Jr

    • Contando as Horas   04/09/17 • 21h51

      Oi, Emilton

      Obrigadaaa pelas palavras. Fico feliz que fenha gostado!

      Obrigada pela visita aqui no blog! :D

Blog Membro RBBV
Contando as Horas
Chegando em Budapeste!🇭🇺 Esse é o Monte Gellért passando pela janelinha da minha cabine!
.
No ultimo verão europeu eu fiz um cruzeiro fluvial pelo rio Danúbio (segundo maior rio da Europa).
.
Meu cruzeiro começou na Romênia, passou pela Bulgária, Sérvia, Croácia e terminou na Hungria.
.
Foram 7 dias a bordo do navio River Duchess, da empresa @uniworldcruises ! Uma experiência sensacional (ainda quero repetir, fazendo uma das rotas que passam pelos mercadinhos de Natal)!!
.
🌏Budapeste, Hungria
.
#budapeste #budapest #hungria #hungary #cruzeirofluvial #rivercruise #riodanubio #danuberiver #uniworld #exploreuniworld #essemundoenosso #revistaadv #meusroteirosdeviagem #travelgirl #amoviajar #missaovt #eurotrip #europa #followyourdream #picoftheday #hotelinspectors #sourbbv #viajar #missãovt #revistaviajar #riverduchess #qualitours #rivercruising #summer #veraoeuropeu
Kremlin de Moscou 🇷🇺🇷🇺
.
Antigamente essa fortaleza servia de proteção para a cidade, mas hoje em dia é a sede do governo e residencia oficial do Presidente da Rússia.
.
Ele é formado por vários palácios, catedrais, museus, um jardim, as torres e a muralha.
.
Quem estiver em Moscou pode incluir uma visita ao Kremlin no roteiro.
.
É possível conhecer algumas atrações, como: o Palácio do Arsenal, local onde está o Museu do Arsenal e o Complexo das Catedrais (formado por 4 igrejas). Todas todos os demais edifícios podem ser fotografados apenas por fora.
.
⚠️O Kremlin não abre as quintas-feiras. Para visitar o Museu (700 rublos) e o Complexo das catedrais (800 rublos) o valor total é de 1500 rublos (95,00 reais).
.
🌏Moscou, Rússia
.
#praçavermelha #redsquare #redsquaremoscow #kremlin #kremlindemoscou #moscou #moscow #russia #copadomundo2018 #missãovt #sourbbv #instaviagem #meusroteirosdeviagem #essemundoenosso #revistaviajar #blogdeviagem #cahnarússia #amoviajar #eurotrip #travelgirl #viajarmais #viajar #eurotrip2018 #viajandosozinha #viajarmais #viagemeturismo #worldcup2018 #russiaworldcup2018 #russia2018 #brasilnacopa #visitrussia
Existem diversas formas de entrar na Praça Vermelha, em Moscou, mas sem duvida alguma, a mais bonita é atravessando o Portão da Ressurreição, localizado literalmente entre a Prefeitura de Moscou (lado esquerdo) e o Museu Estatal de História Nacional (essa construção a direita).
.
Nessa foto também da pra ver a Capela Ibérica e o Marco Zero da Russia.
.
🌏Moscou, Rússia
.
#praçavermelha #redsquare #redsquaremoscow #moscou  #moscow #russia #copadomundo2018 #kempinski #missãovt #sourbbv #instaviagem #hotelinspectors #meusroteirosdeviagem #essemundoenosso #revistaviajar #blogdeviagem #cahnarússia #amoviajar #eurotrip #travelgirl #viajarmais #viajar #visitrussia #viajandosozinha #viajarmais #viagemeturismo #worldcup2018 #russiaworldcup2018 #russia2018 #jogosdobrasilnacopa2018 #brasilnacopa
Parque da Vitoria é onde está localizado o Museu da Grande Guerra Patriótica, que é como os russos chamam a Segunda Guerra Mundial. Obviamente, esse museu conta toooooda a historia dessa guerra (com muitas fotos, documentos, objetos, entre outros - tem legendas em inglês).
.
Além disso, também destaco: O Hall dos Heróis (foto 3) que presta uma bela homenagem a todos os russos que morreram nessa guerra, mais de 20 milhões de pessoas, o Hall das Lagrimas (foto 4) que simboliza as lagrimas de quem perdeu filhos, pais, irmãos e maridos durante essa guerra e por fim, os Dioramas de Guerra (foto 5), esses paines gigantes que retratam algumas cenas de momentos importantes dessa guerra.
.
O parque é gigante e o Museu é enorme, portanto, vá com muito tempo (tempo minimo de 3 - 4 horas).
.
Dica: Para chegar aqui, o acesso é feito pela estaçao de metro Парк Победы, aquela que tem as escadas rolantes mais profundas de todas as estações de metro de Moscou, sao quase 3 minutos andando nessa escada. 😱
.
🌏Moscou, Rússia
.
#parquedavitoria #moscou #moscow #russia #copadomundo2018 #missãovt #sourbbv #instaviagem #meusroteirosdeviagem #essemundoenosso #queroviajarmais #revistaviajar #blogdeviagem #cahnarússia #amoviajar #eurotrip #travelgirl #viajarmais #viajar #visitrussia #viajandosozinha #viajarmais #viagemeturismo #worldcup2018 #russiaworldcup2018 #russia2018 #jogosdobrasilnacopa2018 #brasilnacopa
Museu Memorial da Cosmonáutica é formado por três partes: 
1) Alameda dos Cosmonautas: com varias estatuas de cosmonautas russos, entre elas, Yuri Gagarin, primeiro cosmonauta russo a ir ao espaço (da um zoom ai nas imagens q da pra ver algumas estatuas)
2) Monumento aos Conquistadores do Cosmos: é essa estrutura que simboliza um foguete decolando em direçao ao espaço.
3) Museu do Espaço: localizado logo abaixo disso tudo, aqui é possivel aprender um pouco sobre a chegada dos russos ao espaço atraves de equipamentos, roupas, documentos historicos, entre outros. A parte mais legal, na minha opiniao, é poder entrar na réplica da Estação Espacial Mir e ver como era a vida deles durante uma missão no espaço.
.
O museu tem explicações em inglês. Além do valor do ticket, quem quiser fotografar, precisa comprar uma permissão de fotos.
.
🌏Moscou, Rússia
.
#cosmonautas #museumemorial #vdnkh #moscou #moscow #russia #copadomundo2018 #missãovt #sourbbv #instaviagem #meusroteirosdeviagem #essemundoenosso #revistaviajar #blogdeviagem #cahnarússia #amoviajar #eurotrip #travelgirl #viajarmais #viajar #visitrussia #viajandosozinha #viajarmais #viagemeturismo #worldcup2018 #russiaworldcup2018 #russia2018 #jogosdobrasilnacopa2018 #brasilnacopa
Certeza absoluta que essa é uma das atrações mais fotografadas de toda a Rússia!!!
.
A Catedral de São Basilio foi construída durante o seculo 16 por ordem do Czar Ivan, o Terrível. Ela é formada por 9 capelas, mas elas não ficam lado a lado, é quase como se fosse um labirinto com varias escadas e corredores.
.
Dica: Essa igreja nao abre as quartas-feiras. Além do valor do ticket, é necessário comprar uma permissão para fotos e/ou videos.
.
🌏Moscou, Rússia
.
#praçavermelha #redsquare #catedraldesaobasilio #stbasilscathedral #moscou #moscow #russia #copadomundo2018 #missãovt #sourbbv #instaviagem #meusroteirosdeviagem #essemundoenosso #revistaviajar #blogdeviagem #cahnarússia #amoviajar #eurotrip #travelgirl #viajarmais #viajar #visitrussia #viajandosozinha #viajarmais #viagemeturismo #worldcup2018 #russiaworldcup2018 #russia2018 #jogosdobrasilnacopa2018 #brasilnacopa
Contando as Horas