17.10
2014

Glasgow: Onde é melhor se hospedar?

Como até então eu nunca tinha me hospedado em Glasgow, ficava muito difícil dar uma dica ou opinião sobre algum hotel na cidade. Nessa ultima viagem, eu fiquei hospedada uma semana inteirinha na cidade e além de poder dar a dica do hotel que eu me hospedei, eu aproveitei pra prestar atenção na localização de outros hotéis em diversas partes da cidade.

Glasgow é a maior cidade da Escócia, tem quase 1 milhão de habitantes. Pra quem acha que Glasgow é uma cidade gigante, eu já adianto, turisticamente falando é tudo muito perto, exceto duas ou três atrações que é necessário pegar metro.

SONY DSC

A melhor opção de lugar para se hospedar em Glasgow podem ser: as margens do rio Clyde, próximo as principais ruas de comércio da cidade, perto das estações de trem e da rodoviária. Quem se hospedar nesses lugares ou arredores, vai estar muito bem localizado.

Levando em consideração que sempre me pedem dicas/indicações de hotéis, eu escolhi aproximadamente 5 opções de hospedagem de acordo com a classificação de estrelas. Claro que os hotéis que separei são muito bem localizados e sempre que possível, procurei pegar hotéis com internet wi-fi gratuita e que tenham boas avaliações no site do Booking, site parceiro aqui do blog e também é por onde eu reservo todos os meus hotéis. 

SONY DSC

→ Hotéis 5 estrelas

Ao contrario de Edimburgo, Glasgow não tem um hotel ícone. Alias, são poucas as opções pra quem quiser se hospedar em um hotel 5 estrelas. O hotel com melhor localização é o Radisson Blu Hotel, que fica na Argyle Street, uma das principais ruas de comércio da cidade e praticamente em frente a estação de trem Glasgow Central. Quem optar por se hospedar lá, vai ter internet wi-fi free.

SONY DSC

Outras duas boas opções são: Hilton Glasgow Hotel e Blythswood Square Hotel. Ambos os hotéis fica a uma curta caminhada (uns 10 minutos mais ou menos) das principais ruas de comércio, restaurantes e algumas atrações. O hotel Hilton tem wifi free somente nas áreas publicas, quem quiser conexão nos quartos precisa pagar uma taxa, já o Blythswood Square Hotel oferece internet wi-fi free para todos os hospedes em todas as partes do hotel.

→ Hotéis 4 estrelas

Uma das coisas que me surpreendeu positivamente foi a quantidade de hotéis quatro estrelas com boa classificação de acordo com a opinião de hospedes. Entre todas as opções, o hotel com melhor classificação é o Fraser Suites Glasgow. Tem uma localização excelente, perto da grande maioria das atrações, ainda fica perto das principais ruas de comércio e está no West End, local com diversos bares e restaurantes. Os quartos são estilo flat e todos tem até uma cozinha compacta. Mas em compensação, tem internet wi-fi free somente nas áreas publicas do hotel. Outro hotel bem avaliado é o Hotel Indigo Glasgow. Esse hotel é classificado como hotel boutique, tem uma localização excelente (a 5 minutos de caminhada da estação Glasgow Central) e ainda, tem internet wi-fi free.

IMG_1537_Fotor

Outra boa opção é o hotel onde eu me hospedei nessa ultima viagem, o CitizenM Glasgow Hotel. Eu já escrevi um post sobre como foi a minha experiência, quem quiser ler, é só clicar aqui. Mas já adianto, a localização é ótima, perto da Buchanan Bus Station e perto da estação de trem de Glasgow Queen Street e consequentemente, fica a uma curta caminhada de diversos restaurantes, lojas e atrações.

Também achei interessante as opções: Carlton George Hotel, tem localização excelente, fica a 2 passos da George Square (principal praça da cidade) e da estação de trem Glasgow Queen Street. Também fica muito perto da maioria das áreas comerciais da cidade e de muitos restaurantes. Tem internet wi-fi free. E ainda, outros três hotéis que eu gostei foram: The Grand Central Hotel (hotel com estilo mais requintado), Holiday Inn Glasgow Theatreland e Glasgow Marriott Hotel, todos com ótima localização, porém, cobram pela internet wi-fi ou apenas disponibilizam nas áreas publicas do hotel de forma gratuita.

SONY DSC

Quem for a Glasgow com a intenção de negócios ou quiser ficar numa região mais tranquila, as margens do rio Clyde e perto dos museus, uma boa opção é o Crowne Plaza Glasgow Hotel. em uma estação de metro próxima, mas dá pra ir tranquilamente caminhando até o centro da cidade, a distância é coisa de uns 20 minutos de caminhada. A internet wi-fi é gratuita nas áreas publicas. 

→ Hotéis 3 estrelas

Sem duvida alguma, a melhor opção de hospedagem é o mais novo hotel da cidade, o Premier Inn Glasgow Pacific Quay, que fica as margens do rio Clyde, a uns 15 minutos de caminhada do centro da cidade, onde estão as principais ruas de comércio, estações de trem, rodoviária e algumas atrações. Único porém é que a internet é paga, mas o valor é tranquilo 3,00 libras/24 horas.

Um hotel igualmente bom, mas melhor localizado é o Grasshopper Hotel Glasgow, ele fica a uma quadra da estação Glasgow Central e pertíssimo de todas as principais áreas de comercio da cidade e dos restaurantes. E pra melhorar ainda mais, tem internet free.

SONY DSC

Dois hotéis com praticamente a mesma localização (ótima por sinal) são: Park Inn by Radisson Glasgow City Centre e Premier Inn Glasgow City (Buchanan Galleries). O primeiro tem internet wi-fi free em todo o hotel, já o Premier Inn cobra 3,00 libras/24 horas. Mais ou menos na mesma região também fica o Holiday Inn Express Glasgow Theatreland, que além da ótima localização tem wi-fi free em todo o hotel.

→ Apartamentos

A grande maioria das melhores opções de apartamentos em Glasgow ficam as margens do rio Clyde. Não são poucas as opções, mas as que mais me chamaram atenção foram: River View Apartments (com vista para o rio Clyde), Glasgow City Flats (no meio das principais ruas de comércio da cidade), Tolbooth Apartments (fica na área de West End, região de bares e teatros de Glasgow) e Dreamhouse Apartments Glasgow City Centre (também fica na região do West End). Todos os apartamentos tem internet wi-fi free grátis.

IMG_1219_Fotor

→ Dicas

Diferentemente de Edimburgo, Glasgow não é super famosa por nenhum grande evento ou festival em escala mundial. Então, quem for a Escócia nos meses dos festivais em Edimburgo, agosto e dezembro, como alternativa, apesar do deslocamento de trem de 45 minutos, as opções de hospedagem em Glasgow são bem mais baratas e como deu pra ver nessa pequena seleção que eu fiz, todos os hotéis tem boas avaliações de antigos hospedes.

SONY DSC

→ Minhas considerações finais

Quanto mais próximo a George Square, Buchanan Street, Argyle Street e das estações de trem de Glasgow Queen Street e Glasgow Central, melhor será a localização do hotel. É muito fácil se locomover por Glasgow, praticamente da pra ir por tudo a pé. Pouquíssimas atrações exigem deslocamento de transporte publico (seja o metro ou ônibus).

Quem ficar mais de 5 dias no Reino Unido, vale a pena comprar um chip de celular e assim, não precisará se estressar se o hotel oferece ou não internet wi-fi free. Para ver o post que eu escrevi com dicas sobre como comprar um chip de celular na Inglaterra e na Escócia (mas as dicas também valem para o País de Gales e Irlanda do Norte), é só clicar aqui.

SONY DSC

Em uma viagem ao Reino Unido, é necessário levar um adaptador de tomadas. No hotel que me hospedei (achei isso inédito!!) tinha tomadas para os três principais padrões: americano, britânico e europeu. Claro que isso não acontece em todos os hotéis, pra ver como são as tomadas no Reino Unido e as minhas dicas, é só clicar aqui.

** Se você gostou das dicas desse blog e quiser dar uma força reservando hotel em Glasgow através do site Booking, para iniciar as pesquisas, é só clicar aqui -> Reservar hotel em Glasgow. Obrigada!!! **

** Importante: Ao reservar um hotel através de um link do site Booking aqui nesse post, será repassado uma comissão ao blog Contando as Horas. **

** Não sabe como utilizar o site do Booking? Aqui vai um post bem detalhado sobre como escolher e reservar um hotel. **

Posts relacionados:

Todos os posts sobre a Escócia

Todos os posts sobre Edimburgo

Todos os posts sobre Glasgow

Todos os posts sobre as Highlands

Siga o Blog Contando as Horas nas redes sociais:

no Instagram: @brunabartolamei

e curta nossa fanpage no Facebook: facebook.com/ContandoAsHoras

Bruna Bartolamei
Siga-me

Bruna Bartolamei

Catarinense, mas atualmente morando em Curitiba-PR. Já morou em Edimburgo, a capital da Escócia por quase 2 anos. Criou o blog pra contar um pouco mais sobre como foi o seu intercâmbio na terra dos Kilts e das Gaitas de Fole, e também, sobre suas viagens pelo mundo.
Bruna Bartolamei
Siga-me
Postado em Escócia, Glasgow, Hotéis
Booking.com
  1. Marilia 17/10/2014 | 15:49

    Adoro seu blog.
    Sempre que preciso de referências sobre algum lugar venho aqui e em alguns poucos outros com igual qualidade.
    Hoje eu linkei seu blog no meu post como referência aos amigos que me visitam.
    Abraços e muito sucesso.

    • Contando as Horas 20/10/2014 | 16:49

      Oi, Marilia

      Ah, que legal! Vou olhar. Obrigada por citar meu blog no seu post.

      Obrigada pela visita aqui no blog!

  2. Vanessa Rodrigues 08/07/2015 | 12:28

    Sensacional! Temos um amigo que está morando em Glasgow – à estudo – e iremos visitá-lo no final do ano (mais precisamente entre 23/12 à 13/01). Utilizarei seu blog como tutorial…rsrs de tão bom que ele está! Bem explicativo e direto. Na sua opinião, qual a quantidade de libras boa para se levar em uma viagem dessas? Não queremos nada 5 estrelas. O objetivo é conhecer as cidades (entre elas, Dublin, Edimburgo, Escócia e, se possível, Paris)…o famoso “mochilão”. Como é a primeira vez que fazemos uma viagem dessas, pode imaginar o tamanho da minha empolgação!!
    Bruna, muito obrigada pelas dicas desde já!

    • Contando as Horas 08/07/2015 | 21:27

      Oi, Vanessa

      Obrigada!! =DD Fico feliz que tenha gostado do blog! =DDD

      Olha, é tudo muito relativo… A libra atualmente tá com uma conversão horripilante (1 real = 4,97 libras), então né, tem que ser tudo muito bem planejado. Sem contar a passagem, hotel e seguro saúde, eu acho que uma pessoa consegue conhecer alguns pontos turísticos (os que são pagos) e almoçar e jantar (nada muito elaborado) com pelo menos 60,00 libras / dia. Obviamente que nem tudo que a gente visita é pago e tbm, nem sempre a gente vai em restaurantes, dá pra ir em um pub ou até mesmo comprar coisas no mercado, o que pode baratear um pouco esse gasto, mas não leve menos do que 40,00 libras/dia. Essa é a minha opinião!

      • Vanessa Rodrigues 10/07/2015 | 10:11

        Bom dia, Bruna!!
        Você, alem de tudo, é super atenciosa e rápida nas respostas. Estou me programando para levar 400 libras…agora, lendo seu post, acredito ser melhor apertar um pouco mais para juntar uma quantia maior. Muito obrigada!! Visitarei muito seu blog pois tem me auxiliado muito. Beijos (:

Deixe o seu comentário...