06.04
2015

A Escócia combina com… Copenhague!

Dando continuidade a série “A Escócia combina com…”, o destino escolhido da vez foi Copenhague, a capital da Dinamarca.

Semana passada eu tava lendo em algum lugar as ultimas novidades relacionadas ao aeroporto de Edimburgo e qual não foi a minha surpresa ao ver que desde 29 de março de 2015, a SAS esta voando direto de Edimburgo para Copenhague. Achei super legal!

Quando eu estive pela primeira e unica vez em Copenhague, não existiam voos direito de Edimburgo pra Copenhague, então eu tive que fazer uma escala em Londres. E convenhamos né, fazer conexão muitas vezes é muito ruim pq a gente perde um tempão no aeroporto, ainda mais quando a viagem é de curta duração como foi a minha.

IMG_3156

Então agora, quem estiver em Edimburgo e quiser conhecer algum país nórdico, a coisa ficou muito mais simples.

Eu já voei com a SAS uma unica vez e gostei bastante. Pra quem não sabe, a SAS é a principal cia área dos países da Escandinávia e o hub dessa cia aérea é justamente Copenhague. 

Mas então vamos ao que interessa:

** Brasileiros precisam de visto pra entrar na Dinamarca? 

Brasileiros não precisam de visto pra visitar a Dinamarca a turismo por até 90 dias.

** Como ir até a Dinamarca partindo da Escócia? 

Além da SAS, é possivel voar também com a Norwegian (uma cia aérea Norueguesa de baixo custo – eu já voei com eles tbm e gostei muito) e a Easyjet (minha cia aérea de baixo custo preferida – já voei com eles muuuitas vezes). O voo com essas cias aéreas é direto e é sempre Edimburgo – Copenhague.

IMG_2950

** Aeroporto de Copenhague

O principal aeroporto do país (sim, do país!) é o Aeroporto Internacional de Copenhagen – Kastrup (IATA: CPH). Esse aeroporto acaba sempre chamando atenção de vez enquando pq ele sempre está na lista de melhores aeroportos do mundo e da Europa. E realmente ele é excelente!

O aeroporto é enooorme, tem 3 terminais e as vezes, mais parece um shopping do que um aeroporto. De todos os aeroportos que já estive até hoje, os que eu mais gosto é esse e o Heathrow (mas só o terminal 3 e o 5).

Existem diversas opções pra ir até o centro da cidade, como táxis, ônibus e trem. Dependendo do numero de pessoas, as vezes compensa pegar um táxi, pq o valor dá quase no mesmo que ir de trem e sai um pouco mais caro do que ir de ônibus.

O trajeto entre aeroporto e centro da cidade é curtíssimo, acho que não levamos mais do que uns 15 minutos.

** O que ver e fazer em Copenhague?

Eu diria que as principais atrações da cidade são: Amalienborg Slot (residencia oficial da rainha da Dinamarca), Marmorkirken, Rosenborg Slot (antigo palácio de verão da realeza que foi transformado em museu), Chistiansborg (sede o parlamento), a Prefeitura da cidade, a Torre de Rudetarn, a cervejaria Carlsberg e o porto de Nyhavn.

E ainda, quem tiver tempo extra, é legal acrescentar um passeio nas cidadezinhas próximas de Roskilde e Hillerod e pq não, dá até pra dar uma voltinha por Mälmo, na Suécia.

IMG_2824

** Onde é melhor se hospedar 

Na minha opinião, a melhor area pra se hospedar em Copenhague é no centro da cidade, região chamada de Indre By, próximo ao Parque Tivoli (que foi onde nós nos hospedamos) ou entre o Parque Tivoli e o Porto de Nyhavn / Amalienborg Slot. Quem se hospedar nessa região vai estar muito bem localizado, podendo fazer uma infinidade de passeios a pé e ainda, quando necessario dá pra pegar o metro ou até mesmo o trem para deslocamentos mais longos.

** Aqui vai uma lista com todos os posts que eu já escrevi sobre a Dinamarca no blog 

Aeroporto de Copenhague

Dica de Hotel: Copenhaguen Marriott Hotel

Primeiro dia em Copenhague

Tour real em Copenhague: Amalienborg Slot, Marmorkirken e Rosenborg Slot

O badalado porto de Nyhavn

Palácio de Chistiansborg, Roskilde e Icebar

That calls for a… Carlsberg!

Uma tarde em Hillerod

IMG_3101

** Em resumo 

Eu estive em Copenhague e em algumas cidades próximas (Roskilde e Hillerod) em agosto de 2010. Lembro que naquela época o centro de Copenhague passava por obras, as obras do metro e tava tudo meio que um caos (no sentido de conseguir caminhar por algumas ruas da cidade sem tem quer ficar se preocupando com os desvios).

Não sei vcs, mas todas as vezes que eu estive em um país nórdico eu fiquei impressionada com a organização, a limpeza e o alto custo de vida que eles tem. Ah, e fiquei impressionada com o número de bicicletas nas ruas tbm!!!

Todo mundo fala inglês perfeitamente em todos os lugares. É um dos países mais seguros que eu já estive até então na Europa.

É tudo tão seguro e organizado a ponto de a gente voltar pra casa se questionando se algum dia o Brasil vai conseguir chegar a esse nivel, pq os impostos e o custo de vida que temos aqui no nosso país é igual ou maior do que os que os dinamarqueses tem.

Posts relacionados:

A Escócia combina com… Islândia!

A Escócia combina com… Holanda!

Voando com as cias aéreas de baixo custo na Europa

Siga o Blog Contando as Horas nas redes sociais:

no Instagram: @brunabartolamei

e curta nossa fanpage no Facebook: facebook.com/ContandoAsHoras

Bruna Bartolamei
Siga-me

Bruna Bartolamei

Catarinense, mas já morou em Curitiba (8 anos) e em Edimburgo, a capital da Escócia (quase 2 anos). Criou o blog pra contar um pouco mais sobre como foi o seu intercâmbio na terra dos Kilts e das Gaitas de Fole, e também, sobre suas viagens pelo mundo.
Bruna Bartolamei
Siga-me
Postado em Assuntos diversos, Copenhague, Dinamarca, Edimburgo, Escócia
Booking.com
Deixe o seu comentário...