03.02
2014

A Escócia combina com… Islândia!

Uns meses atrás eu recebi um email me pedindo alguma sugestão de roteiro possível de combinar com a Escócia que não incluisse a Inglaterra. A tendência é sempre a gente sugerir os demais países que fazem parte do Reino Unido e a Irlanda, por questão de proximidade claro, mas essa pessoa em específico estava buscando outras alternativas.

Foi ai que esses dias eu recebi um email do aeroporto de Edimburgo informando as novas empresas que iriam começar a operar voos partindo de lá e achei que dai poderia surgir uma boa idéia de posts aqui no blog. Então, foi assim que eu inventei essa série de posts com o título “A Escócia combina com…”, pq assim, além da Inglaterra, vai dar pra combinar em uma viagem a Escócia outros países e até continentes (pq não, né?!?!).

SONY DSC

Pra começar, o destino que eu escolhi é um país super pequeno, meio que “perdido” no hemisfério norte, isolado de tudo e de todos, mas que pra quem está na Escócia é um pulinho: a Islândia!

** Brasileiros precisam de visto pra entrar na Islândia? **

Felizmente, a boa notícia é que brasileiros não precisam de visto pra visitar a Islândia a turismo.

** Como ir até a Islândia partindo da Escócia? **

As duas únicas cidades que tem voos diretos são Edimburgo e Glasgow. Quando eu estive na Islândia em 2011, eu fui com a empresa Iceland Express (que mudou de nome, agora se chama Wow Air). Infelizmente essa empresa não opera mais voos da Escócia, então agora as opções são: Easyjet partindo de Edimburgo (com apenas dois voos semanais, uma na quinta e outro no domingo) e a Iceland Air partindo de Glasgow (com voos todos os dias da semana).

SONY DSC

** Aeroporto da Islândia **

O principal aeroporto da Islândia, o Aeroporto Internacional de Keflavík ou Keflavíkurflugvöllur (IATA: KEF), fica na cidade de Keflavík, a mais ou menos uns 50 km de Reykjavík, a capital do país. As três unicas formas de ir do aeroporto até o centro de Reykjavík são: táxi, ônibus ou alugar um carro. Eu optei por pegar o Flybus, um ônibus especial que faz o trajeto entre aeroporto e capital. Esse ônibus oferece dois tipos de ticket: o que vai até a estação central de ônibus, a Reykjavík BÍS ou o que deixa na porta do hotel. A diferença de preço é minima, portanto, vale mais a pena optar pelo trajeto que deixa no hotel, pois a estação de ônibus fica um pouco afastada do centro.

** O que ver e fazer na Islândia? **

– A capital Reykjavík merece uma visita e como ela é super pequena, um dia é mais que suficiente pra visitar todas as principais atrações. Tem algumas atrações que ficam abertas até mais tarde (por volta das 20:00), então, também dá pra adaptar os bate-voltas pelas demais regiões do país e ver as atrações da capital no resto do dia.

– Existem diversos tour possíveis de serem feitos, sendo que os principais considerados imperdíveis e de certa forma “obrigatórios” são: o tour pela costa sul do país (south coast tour), o tour do circulo dourado (golden circle tour) e o tour combinado Lagoa Glacial Jökulsárlón com o Parque Nacional de Vatnajökull, que foram esses que eu fiz. Claro que existem outros tours, mas ai vai do gosto, tempo e $$ de cada um.

– quem gostar de se aventurar, a Islândia é o paraíso para fazer escalas, caminhadas, pesca, mergulho, passeios de barco, observar animais da fauna local, entre outros.

SONY DSC

** Onde é melhor se hospedar **

Na minha opinião, o melhor lugar pra se hospedar é na capital do país, Reykjavík. As opções de hotéis, apartamentos e hostels são gigaaantes. Uma coisa é importante dizer, o preço da hospedagem é relativamente caro quando comparado com outras capitais européias.

Eu optei por me hospedar em um apartamento, bem no centro de Reykjavík, super perto de tudo. Então facilitou muito os meus passeios pela cidade e também pra ir até o ponto de encontro nos dias que fiz tours com empresas de turismo local.

Quem quiser ver o apartamento que eu me hospedei, foi o Reykjavík 4you Apartments.

Uma curiosidade: quando a gente vai tomar banho, a água quente vem com um leve cheiro de enxofre. Lembro que achei isso muuuito estranho. Quando fiz um dos tours, fui conversar com a guia sobre essa questão e ela disse que a água utilizada vem direto das fontes subterraneas e sofrem apenas um pequeno resfriamento, por isso ela é meio gosmenta (mas nada pegajosa) e tem um cheirinho maravilhoso (#sqn) de enxofre.

SONY DSC

** Aqui vai uma lista com todos os posts que eu já escrevi sobre a Islândia no blog **

Islândia – Iceland – Ísland – The land of fire and ice

Islândia – Conhecendo o país

Reykjavík – O primeiro dia

Islândia – South Coast Tour

Reykjavík: Hallgrímskirkja

Islândia – Golden Circle Tour

Jökulsárlón Glacial Lagoon e Parque Nacional Vatnajökull

Reykjavík – The Volcano Show

Empresas pra fazer tours na Islândia

Cultura Islandesa

** Em resumo **

A Islândia é um país que pode ser facilmente enquadrado como um lugar de outro mundo. Até então eu nunca tinha visto nada tão diferente, único e inacreditável. Os cinco dias que eu passei lá deu apenas pra ter uma breve idéia do que o país pode oferecer. Por mim eu teria ficado umas 2 semanas se fosse possível.

O país é super bem organizado turisticamente falando, são muitas placas nas estradas, o aeroporto é muito bem sinalizado, existe meios de transporte alternativos quando não se quer/ ou não se pode alugar um carro. A única coisa que não me agradou muito foram os preços, pq é realmente tudo muito, mas muito caro mesmo. Claro que nem poderia ser diferente, o país não é auto-suficiente em quase nada, então eles precisam importar tudo de outros países e com isso, o resultado é “sentido” nos preços. Mas pra quem quer ter uma experiência em um lugar muito bem preparado para receber turistas, a Islândia é nota 10.

Posts relacionados:

A Escócia combina com… Copenhague!

A Escócia combina com… Holanda!

Voando com as cias aéreas de baixo custo na Europa

Siga o Blog Contando as Horas nas redes sociais:

no Instagram: @brunabartolamei

e curta nossa fanpage no Facebook: facebook.com/ContandoAsHoras

Bruna Bartolamei
Siga-me

Bruna Bartolamei

Catarinense, mas atualmente morando em Curitiba-PR. Já morou em Edimburgo, a capital da Escócia por quase 2 anos. Criou o blog pra contar um pouco mais sobre como foi o seu intercâmbio na terra dos Kilts e das Gaitas de Fole, e também, sobre suas viagens pelo mundo.
Bruna Bartolamei
Siga-me
Postado em Assuntos diversos, Edimburgo, Escócia, Glasgow, Golden Circle, Islândia, Jökulsárlón, Reykjavík, South Coast
Booking.com
  1. junior 12/03/2014 | 19:52

    oi boa noite gostaria DE SABER MAIS SOBRE A ISLANDIA OBRIGADO

  2. Contando as Horas 13/03/2014 | 22:15

    Oi, Junior

    Esse conteudo que está nesse post e mais os links que coloquei no post é tudo que vi e sei sobre a Islândia. :D

  3. Rafael 21/11/2015 | 17:15

    Oi Bruna, estou indo para Islandia na dia 24-11-2015. Li seus posts e me ajudaram muito a ter ideia de passeios, atracoes e etc. Eu moro na Polonia e quanto ao frio creio que a diferenca seja mais o vento mesmo. Meus Parabens pelo site em geral e aos seus posts! Obrigado!

    • Contando as Horas 25/11/2015 | 14:11

      Oi, Rafael

      Que legal!!! Espero que vc goste da Islândia tanto quanto eu gostei. Lugar incrível, inacreditável!

      Certamente o frio não será problema pra vc! Aproveite!!

      Obrigada pela visita aqui no blog!

  4. Nice Coelho 23/08/2016 | 16:53

    Oi Bruna!
    Parabéns pelo seu Blog. Gostei principalmente por causa
    Da clareza nas descrições.
    Gostaria de saber se você reservou os tours pela internet
    ou quando chegou lá.
    Não consegui encontrar o site da Go Travel Iceland. Vc tem o site?
    Estou indo dia 02set (chego 2.00pm) e volto dia 7, portanto tenho quatro dias inteiros lá. Tem alguma sugestão pra mim.
    Abs e obrigada!
    Nice

    • Contando as Horas 23/08/2016 | 21:47

      Oi, Nice

      Muito obrigada! Fico feliz que tenha gostado do blog! :D

      Reservei tudo pela internet, naquela época, como a Islândia ainda estava sendo descoberta, eu reservei com uns 10 dias a 1 semana de antecedência da viagem. Hoje em dia, aconselho vc a reservar tudo com o máximo de antecedência que vc conseguir, pq o país tá sempre cheio de turistas.

      Eu sempre coloco os links das empresas no post e fui ver agora, o link não funciona mais. Eu acho que essa empresa não existe mais ou talvez, pode ser que tenha mudado de nome. Vou ficar te devendo essa info, mas sinceramente, não sei o que pode ter acontecido.

      Você não achou nenhum tour semelhante nas outras duas empresas que indiquei lá no outro post?

Deixe o seu comentário...